Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Rodriguinho é apresentado no Cruzeiro e aprova possível dupla com Thiago Neves

Jogador ex-Corinthians lembra parceria com Jadson para garantir que pode atuar ao lado de outro meia

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de janeiro de 2019 | 18h35

O Cruzeiro apresentou oficialmente nesta terça-feira o sexto reforço do time para a temporada de 2019. Trata-se do meia Rodriguinho, que já está treinando com o restante do grupo desde a semana passada. O jogador afirmou que não tem problema em atuar ao lado de Thiago Neves no meio de campo da equipe comandada pelo técnico Mano Menezes.


"Com a experiência que o Mano (Menezes) tem no futebol, ele não me traria se não achasse isso possível. Vou citar o exemplo aqui do meu antigo clube, o Corinthians. Eu e Jadson praticamente fazíamos a mesma função e provamos a todos que poderíamos jogar juntos e foi uma parceria de muito sucesso, assim como espero que aqui aconteça também", disse o atleta.

Rodriguinho demonstrou entusiasmo para estrear logo na equipe, mas ainda precisa aprimorar a forma física. "Por mim, na quinta eu estreio (risos). Mas não é da forma como a gente quer. Temos que passar pela preparação física. É um ano muito importante, temos muitas competições, então a preparação inicial é importante para o ano todo para evitar lesões e para que eu possa estar em condição boa para disputar lá na frente. Minha vontade é atuar na quinta", afirmou.

O meia volta ao futebol mineiro, onde atuou pelo América-MG entre 2011 e 2013, antes de ser vendido ao Corinthians para trabalhar com Mano Menezes em 2014. Foi emprestado para o Grêmio e Al-Sharjah, dos Emirados Árabes Unidos, antes do retorno ao clube de Parque São Jorge para ganhar os títulos do Campeonato Brasileiro em 2015 e 2017, além dos Campeonatos Paulistas de 2017 e 2018. Passou o último semestre no Pyramids, do Egito.


Todos os reforços anunciados pelo Cruzeiro até o momento já foram apresentados: o lateral-direito colombiano Luis Orejuela, o lateral-esquerdo Dodô, o volante Jadson e os meias Marquinhos Gabriel e Rodriguinho.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.