Rogério Ceni salva o time e culpa gramado molhado em Campinas

O goleiro Rogério Ceni trabalhou poucas vezes, no empate contra a Ponte Preta, mas foi um dos responsáveis pelo 0 a 0 no Moisés Lucarelli. Com uma ótima defesa numa bicicleta de Renato e uma saída precisa, nos pés de Danilo Neco, o camisa 1 são-paulino evitou a primeira derrota do time do Morumbi no Estadual. O capitão tricolor preferiu não exaltar sua atuação, nem criticar os companheiros, e apontou os problemas que o time enfrentou. "Foi um jogo muito truncado, com poucas chances de gols, e o gramado molhado dificultou ainda mais o nosso toque de bola", comentou Rogério Ceni.Nos primeiros minutos, os são-paulinos tiveram maior posse de bola, mas, curiosamente, quando começou a chover em Campinas, a Ponte Preta subiu de produção. "Com a grama molhada, a defesa tem mais tempo de recuperação e chega mais rapidamente", descreveu Ceni.POSTURAO técnico Sérgio Guedes esperava, evidentemente, a vitória contra o São Paulo, mas fez questão de elogiar a atuação de seus comandados na Ponte Preta. "Tivemos uma postura de gente grande, de quem quer brigar pelo campeonato, contra um adversário muito forte", opinou. "A Ponte deu um passo de qualidade, na direção daquilo que buscamos", projetou .Mesmo com as qualidades exibidas por sua equipe, Sérgio Guedes exige mais. E lembrou que o time precisa aproveitar a vantagem na tabela, de fazer os próximos dois jogos - Juventus e Rio Preto - em seus domínios. "É um campeonato muito equilibrado, que não perdoa falhas e é preciso somar o máximo de pontos possíveis em casa", observou. "Estou satisfeito pelo que já fizemos, mas sei que ainda podemos mostrar mais", disse.O zagueiro César festejou a boa atuação, ao lado do companheiro Jean: ambos saíram invictos, da disputa com Adriano. "Ele é muito difícil de ser marcado, mas tivemos tranqüilidade para antecipar os lances e não dar espaço", descreveu.Para o jogo contra o Juventus, quinta-feira, César é desfalque, pois recebeu o terceiro cartão amarelo. Mas o atacante Wanderley, que se recupera de lesão, pode voltar ao time.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.