Rogge é o novo presidente do COI

O cirurgião e iatista belga Jacques Rogge vai suceder Juan Antonio Samaranch como presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI). Ele venceu com a maioria dos votos dos delegados do COI, hoje em Moscou, derrotando o sul-coreano Kim Un-Young, o canadense Dick Pound, o húngaro Pal Schmitt e a americana Anita DeFranz, que foi eliminada logo na primeira rodada de votações.Rogge, que é conhecido por sua reputação impecável, obteve 59 votos - 3 a mais do que os necessários para se eleger. Kim ficou em segundo, com 23 votos. Pound teve 22, contra 6 de Schmitt. Ele agora será o oitavo presidente do COI da Europa, e prometeu intensificar a luta contra as drogas no esportes e quer reduzir a magnitude dos Jogos Olímpicos, pois ele quer combater o excessivo comércio, em detrimento do aspecto humano.?É um momento muito importante da minha vida, uma grande responsabilidade, não apenas para conduzir o COI, mas sim por suceder Juan Antonio Samaranch, que levou o movimento olímpico a uma posição de força?, afirmou Rogge.A sua primeira prioridade, afirmou, será assegurar o êxito das Olimpíadas de Inverno de Salt Lake City. Ele é o segundo belga no comando do COI, depois de Henri de Baillet Latour, que esteve à frente da entidade de 1925 a 1942.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.