Romário se livra de um inquérito

A dor de cabeça de Romário com o jogo de azar chamado Pirâmide ainda não acabou. O ex-jogador vai depor ainda esta semana na Delegacia de Defraudações sobre sua eventual participação no megaesquema. Ontem, Romário se livrou de um inquérito na 24.ª DP (Piedade), que investiga o mesmo assunto. O delegado Sérgio Lomba concluiu que Romário não deu um de seus carros a Glauber do Nascimento, assassinado em janeiro "como pagamento da dívida do jogo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.