Rômulo confessa ansiedade para a estreia da seleção

Faltando poucas horas para a estreia da seleção brasileira nos Jogos Olímpicos de Londres, os jogadores admitem que estão ansiosos. Especialmente aqueles que têm agora a oportunidade de disputar a primeira grande competição pela equipe nacional. É o caso do volante Rômulo, que recentemente trocou o Vasco pelo Spartak Moscou, da Rússia.

MATEUS SILVA ALVES, Agência Estado

26 de julho de 2012 | 07h05

Ele admite que não vê a hora de sentir de verdade a sensação de participar de uma Olimpíada. "Ansiedade sempre tem de ter. Se ela não existir é porque há alguma coisa errada", comentou o jogador de 21 anos. "Mas essa ansiedade temos de ter da maneira correta, temos de dosar um pouco".

Embora muitos torcedores brasileiros possam acreditar que o Egito será um adversário fácil, Rômulo está seguro de que isso não vai ocorrer. O volante contou que assistiu a alguns vídeos de jogos da equipe africana e ficou impressionado com o que viu. Segundo ele, o Egito pode dar muito trabalho para a Seleção em Cardiff.

"Deu para ver que é uma equipe rápida, que pressiona bastante", disse ele. "Vamos sair bem ali de trás para não dar chutão toda hora. Conhecer o adversário é bom porque o Mano coloca a equipe de acordo com a deles".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.