Ron Dennis: ''''O piloto a ser batido era Alonso''''

A ruptura entre a McLaren e Alonso é evidente. Ron Dennis, sócio e diretor da equipe, apimentou a história, ao revelar quem era o adversário a ser batido. "Não corríamos contra Kimi", comentou. "Ele em primeiro e Hamilton em segundo tudo bem. Corríamos contra Alonso." Se o bicampeão vencesse, adiaria a definição do título. Raikkonen em primeiro garantia o campeonato para Hamilton. Mas o inglês quebrou antes... Dennis não quis comentar nada sobre as acusações de Alonso, que repetiu ontem o que afirmara sábado contra a McLaren. "Descobrimos que a pressão dos meus pneus estava estranhamente alta na classificação", afirmou o espanhol. O sisudo dirigente inglês apenas comentou: "Vamos conversar de pois de o campeonato terminar." Alonso ainda reiterou que esperava muito mais da McLaren quando assinou contrato.Hamilton estava aborrecido com o erro. "Ninguém passa a vida toda sem cometer um erro. Foi a minha vez", disse o inglês, assim que regressou ao paddock do circuito de Xangai, depois de perder o controle do carro na pista de acesso aos boxes. A pista estava secando e na 31ª volta, quando Hamilton abandonou por atolar na caixa de brita, vários pilotos usavam pneus para asfalto seco. "Resta uma etapa e posso conquistar o título." A McLaren não chamou Hamilton para o box antes porque acreditou que poderia chover de novo. O diretor de operações, Martin Whitmarsh, assumiu a culpa pelo ocorrido na hora mais inconveniente possível para seu piloto.

Xangai, O Estadao de S.Paulo

08 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.