Ronaldinho garante: estará em forma dia 7

Craque do Milan promete estar em boas condições físicas até o jogo de estréia da seleção contra a Bélgica

O Estadao de S.Paulo

26 de julho de 2008 | 00h00

Quando o assunto é Ronaldinho Gaúcho, confirmado como capitão da seleção brasileira olímpica ontem, ninguém discute a capacidade técnica do jogador, que já foi eleito melhor do mundo duas vezes na eleição da Fifa e se transferiu recentemente de um time poderoso (Barcelona) para outro (Milan). O que pode provocar polêmica atualmente é a condição física do craque. Ele tem consiciência da responsabilidade e por isso fez uma promessa. "Estou evoluindo pouco a pouco e até o dia 7 de agosto (na estréia nos Jogos Olímpicos, contra a Bélgica) estarei em minha melhor forma."O jogador chegou a causar preocupação nos últimos meses por causa do excesso de peso, por ter ficado inativo cerca de 120 dias e participado de poucas partidas em sua equipe na última temporada. Em entrevista ao jornal Gazzetta dello Sport, ele disse que já está quase 100% e que vem trabalhando bastante, incluindo um programa especial de treinamento com o preparador físico da seleção, Paulo Paixão, e até uma dieta para perder a barriga. "Minha condição está melhorando a cada dia."Ronaldinho aproveitou para agradecer ao técnico italiano Carlo Ancelotti, do Milan, pela autorização para participar dos Jogos. "Ele sabe que isto será uma ótima preparação para a nova temporada", disse Ronaldinho, prometendo se adaptar a qualquer situação tática no Milan. "Ir para a Itália está me fazendo renascer. Eu me sinto bem em minha nova cidade", afirmou.Os dirigentes do Milan também esfregam as mãos de satisfação. Com a chegada do craque, dispararam a venda de ingressos para os jogos do time no Campeonato Italiano: já chegaram aos 30 mil. A estréia de Ronaldinho será contra o Bologna, em Milão, dia 31 agosto."Ronaldinho é um jogador de relevância na nossa equipe e está recuperado de seus problemas. O mais importante é que voltou a ficar feliz e a sorrir de novo. Isto é o mais importante para nós?, disse o técnico Dunga, que não hesitou em confirmá-lo como capitão. "É uma responsabilidade boa, que me deixa motivado, por ser também uma prova da confiança", disse Ronaldinho. Alexandre Pato espera brilhar ao lado de Ronaldinho no Milan e na seleção. Segundo ele, o time inteiro espera que ele faça história e comande o grupo até a conquista da medalha de ouro que falta na vasta coleção de títulos do futebol brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.