Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Fabio Motta/AE
Fabio Motta/AE

Ronaldinho já dá retorno ao Fla

Camisas do craque se esgotam em loja na Gávea e site oficial do clube tem recorde de acessos, superando de longe os dias de festa pelo título brasileiro de 2009

Bruno Lousada e Leonardo Maia, O Estado de S.Paulo

12 de janeiro de 2011 | 00h00

Ronaldinho Gaúcho ainda não vestiu o uniforme do Flamengo, nem sequer foi apresentado à torcida, mas já se tornou um sucesso absoluto de vendas. Por meio de sua assessoria, a Olympikus informou que o estoque de camisas do time rubro-negro, com o número 10 e o nome do craque nas costas, esgotou-se nesta terça na imensa loja que fica na sede do clube, na Gávea. Cada uma custa R$159,90. A empresa de material esportivo também comunicou que "o manto sagrado" nas lojas virtuais está sendo "vendido como água".

Veja também:

link'Espero que continuem me subestimando por ser mulher', diz Patrícia Amorim 

linkRonaldinho Gaúcho fecha com o Flamengo

linkFlamengo diz que conquistou Galliani

linkVanderlei diz que Ronaldinho será bem recebido no Fla

especialOs títulos e gols da carreira de Ronaldinho Gaúcho

especialA trajetória de Ronaldinho Gaúcho

A Olympikus alegou que, por questões contratuais, não poderia dizer o número de itens vendidos ontem, um dia após o anúncio oficial da contratação do craque. A euforia da torcida está por todos os lados. A página oficial do Flamengo na Internet saiu do ar por alguns minutos por causa do número de acessos. O site contabilizou mais acessos do que quando o clube foi hexacampeão brasileiro em 2009, depois de 17 anos de jejum.

Na ocasião da conquista histórica, foram 260 mil visitantes em dois dias. Nesta terça, muito mais de 350 mil torcedores invadiram o site para obter informações sobre a apresentação do craque, marcada para esta quarta à tarde (às 16 horas), na Gávea. A festa vai ter show de pagode do Grupo Revelação, um dos favoritos de Ronaldinho Gaúcho, dez minutos de queima de fogos e pode ser acompanhada até por quem não é sócio. Basta aparecer vestido com a camisa rubro-negra.

Do gramado, a torcida vai saudar o jogador, que fará da arquibancada um rápido pronunciamento. Depois do primeiro contato com os flamenguistas, vai conceder entrevista inusitada no salão nobre do clube, com duração de 30 minutos. Cada veículo de imprensa poderá enviar até três perguntas para a assessoria de imprensa do Flamengo e a promessa é a de que o mestre de cerimônia vai lê-las para o craque.

Até o início da tarde de terça, a diretoria planejava fazer um desfile de Ronaldinho Gaúcho pelos principais pontos da cidade, a exemplo do que ocorreu com a chegada de Romário ao Flamengo em 1995. Mas o meia-atacante vetou a ideia.

Em Londrina (PR), onde o time faz a pré-temporada, o técnico Vanderlei Luxemburgo cobrou a presença de Ronaldinho na cidade o mais rápido possível. Nem que seja apenas para prestigiar o último amistoso da equipe antes de voltar para o Rio, contra o América-MG, no próximo domingo, no Estádio do Café. A expectativa é de que o craque desembarque lá quinta ou na sexta.

"Acho que ele deveria vir. É o meu pensamento. Com o Ronaldinho pop star está tudo pronto. Agora, tem de vir jogar bola. O Flamengo está aqui, ele tem de estar aqui. Para jogar bola, tem de treinar", avisou Luxemburgo, aguardando também a chegada do meia Thiago Neves, anunciado ontem como outro grande reforço do clube.

Para Luxemburgo, Ronaldinho foi a maior contratação do futebol brasileiro de todos os tempos. "O Flamengo marcou um ponto. Daqui para frente as coisas vão acontecer de maneira bastante positiva", declarou, otimista em conquistar títulos nesta temporada. O primeiro desafio é o Campeonato Carioca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.