Ronaldinho quebra o sossego da seleção

Astro sente contusão, treina pouco e pode ficar fora do jogo com o Peru

Sílvio Barsetti, TERESÓPOLIS, O Estadao de S.Paulo

16 de novembro de 2007 | 00h00

Ronaldinho Gaúcho participou de apenas 21 minutos do coletivo de ontem à tarde na Granja Comary, sentiu dores no tornozelo direito, em que sofreu torção em jogo pelo Barcelona no fim de semana, e dificilmente poderá atuar pelo Brasil contra o Peru, domingo, em Lima, pelas Eliminatórias da Copa de 2010. O meia-atacante deixou o gramado cabisbaixo. O chefe da equipe médica da seleção, José Luiz Runco, porém, só vai definir hoje a situação do jogador. "Não vamos tomar uma decisão precipitada", disse Runco. "Ele melhorou, mas ainda tem limitações. Estava inseguro e sentiu desconforto no tornozelo. Vamos ver como evolui até amanhã (hoje)."A presença por pouco tempo de Ronaldinho no coletivo estava combinada entre a comissão técnica em razão do campo pesado por causa da chuva. Pela expressão do fisioterapeuta Luiz Rosan e de Ronaldinho a caminho do vestiário, a tendência é que seja vetado e siga em tratamento para enfrentar o Uruguai, quarta-feira, no Morumbi.No treino, de 45 minutos, titulares e reservas ficaram no 1 a 1. Josué fez o gol dos suplentes, depois de chute forte de Luís Fabiano. Juan marcou para o time principal. Ronaldinho quase não tocou na bola, evitou divididas e finalizações e chegou a se abaixar para pôr a mão no tornozelo. Foi substituído por Diego. "Temos de testar as opções. Diego se movimenta mais, é adepto do jogo curto. Ronaldinho gosta das jogadas longas e dos dribles", comentou Dunga. Se Ronaldinho não tiver condições de jogar, nem viaja para o Peru. DUPLA BOA13 jogos fez Ronaldinho Gaúcho com o técnico Dunga10 vitórias conquistou o astro, com três empates5 gols marcou desde a estréia do treinador na seleção

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.