Ronaldinho supera Rubinho no golfe

Um esporte pouco popular no Brasil, o golfe, acabou reunindo, pela primeira vez, duas celebridades esportivas do País: Rubens Barrichello, do automobilismo, e Ronaldinho, do futebol. No confronto entre o piloto e o jogador, em terreno pouco familiar para ambos, Ronaldo "fez a volta mais rápida", terminando o circuito de nove buracos com duas tacadas a menos e vencendo o duelo particular.Ronaldo, que tem praticado golfe há seis meses, e Rubinho, que começou em novembro passado, não competiram diretamente um contra o outro. Disputando o Pro-Am do Brasil, torneio disputado em São Paulo e no qual as equipes são compostas por um profissional e três amadores, os dois fizeram parte de grupos diferentes e em campos distintos. O piloto da Ferrari, ao lado de Olivier Edmond, Oddone Alcides e Eduardo Luis Gómez, percorreu o circuito entre o buracos 1 e 9 do São Paulo Golf Club. O atacante da Inter de Milão, com Kenneth Ferrig, Márcio Rivellino, Felipe Almeida, competiu no trecho entre os buracos 9 e 18.Rubinho começou mais cedo, por isso, o encontro entre as duas celebridades só aconteceu depois que Ronaldinho completou seu percurso. Após um amistoso primeiro contato, os dois esportistas resolveram checar os cartões para saber quem tinha apresentado o melhor desempenho. Barrichello acertou seus nove buracos em 50 tacadas. Ronaldo em 48. "Então fiz a volta mais rápida", disse o bem humorado craque da Inter de Milão. O piloto da Ferrari, em tom de brincadeira, não deixou de retrucar. "Quem marcou as tacadas? O Pepe? Então quero uma recontagem." Ambos prometem uma revanche no confronto direto.Escape - Para Ronaldo e Rubinho, o golfe é uma válvula de escape. No caso do jogador, foi uma atividade esportiva alternativa durante o período de sua recuperação da segunda cirurgia no joelho direito. "Comecei na França, mas ainda estou aprendendo", contou o atacante, reconhecendo que ainda tem muito a melhorar.Rubinho começou incentivado pelo sogro, que pratica regularmente o esporte. "Depois de uma semana de trabalho, é ótimo para relaxar. Você deixa a tensão de lado e fica em contato com a natureza, em um ambiente calmo." De fato, o recurso parece funcionar, já que o piloto começou o percurso tenso e um tanto carrancudo, por não querer falar com os jornalistas sobre trabalho, e terminou bem mais descontraído.Assim como Ronaldo, Barrichello admite que ainda precisa melhorar suas tacadas e até brinca com sua falta de perícia. "Na primeira tacada, com tanta gente por perto, fiquei nervoso. Quase acertei o câmera, errei por pouco." As gozações continuaram quando o assunto foi seu companheiro na Ferrari. "Se eu jogo com Schumacher? Ele não consegue, porque se tentar bater na bola, o taco bate no queixo."Tietes - A presença das duas celebridades agitou o clube de golfe, que se orgulha de ter as maiores fortunas do País entre seus sócios. No entanto, muitos dos aristocráticos associados tiveram seu dia de tiete e não faltaram pedidos de autógrafos e fotografias. Em um interessante contraste, os ?caddies? que carregaram os tacos de Ronaldinho e Rubinho encararam a presença de ambos com naturalidade. "Meu negócio é mais o golfe", justificou Rafael Fernandes, que auxiliou o jogador de futebol. Fábio Martins, que acompanha Rubinho quando ele joga em São Paulo, revelou que gosta de automobilismo, mas a sua paixão está mesmo nos tacos e bolinhas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.