Ronaldo recebe as primeiras vaias

Ronaldo recebe as primeiras vaias

A noite de ontem foi frustrante para os grandes da capital. O Palmeiras apenas empatou com o Rio Branco, em Araraquara, por 2 a 2, e jogou a toalha. Suas chances de classificação para a semifinal do Campeonato Paulista praticamente não existem mais. O São Paulo se manteve no G-4, mas fez feio contra o frágil Bragantino, em Bragança Paulista. Jogou mal e perdeu por 1 a 0. E o Corinthians decepcionou seus mais de 6 mil torcedores na Arena Barueri. Foi derrotado pelo Paulista, um dos piores da competição, por 1 a 0, e saiu de campo sob protesto dos torcedores. Um dos principais alvos da Fiel foi Ronaldo. Pela primeira vez desde que chegou ao clube, no fim de 2008, o Fenômeno recebe críticas por seu desempenho.

, O Estadao de S.Paulo

25 de março de 2010 | 00h00

Na saída de campo, Ronaldo reconheceu a péssima atuação, uma das piores com a camisa alvinegra. "Cometi erros infantis, mas sou forte e tenho costas largas para receber críticas", afirmou, abatido. "Espero que batam em mim e não nos meninos." O Fenômeno marcou apenas dois gols em 2010 e não consegue entrar em forma - ou pelo menos chegar perto de uma boa condição física. Motivo, claro, de preocupação para a diretoria e a comissão técnica no ano do centenário, em que o principal objetivo é a conquista inédita da Taça Libertadores.

Os resultados da rodada aumentam a importância do clássico de domingo entre Corinthians e São Paulo, no Pacaembu. Uma derrota pode deixar o Alvinegro bem perto da eliminação. O Tricolor, se perder, corre risco de sair do G-4.

Os dois, pelo menos, ainda têm aspiração no Paulista. Algo que não ocorre com o Palmeiras. O Alviverde caminha para uma despedida melancólica da competição. Por outro lado, quem vem ganhando força e confiança é a Portuguesa, que fez 1 a 0 no Mirassol e entrou no G-4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.