Divulgação/UFC
Divulgação/UFC

Ronda Rousey vai ser a próxima treinadora do TUF nos Estados Unidos

Campeã do peso galo ganha a chance de comandar a 18.ª edição do reality show do UFC no país

O Estado de S. Paulo

18 de março de 2013 | 09h20

SÃO PAULO - Dana White resolveu apostar alto nas mulheres no UFC. Depois de abrir espaço para Ronda Rousey e Liz Carmouche protagonizarem a primeira luta feminina da história do evento, no dia 23 de fevereiro deste ano, em Las Vegas, ele anunciou que o próximo The Ultimate Fighter dos Estados Unidos será comandado pela força feminina.

Campeã do peso galo, a norte-americana Ronda Rousey será a treinadora de uma das equipes do reality show, ao lado da vencedora da luta entre Miesha Tate e Cat Zigano, marcada para ocorrer em abril.

Na sua 17.ª edição no país, o TUF reúne lutadores dispostos a mostrarem todo o seu talento com o objetivo de fechar um contrato com o UFC. Até hoje, apenas homens participaram do programa - os treinadores da edição que está no ar são Jon Jones e Chael Sonnen. Já o 18.ª programa da série contará não apenas com duas capitãs, como também promete misturar homens e mulheres da categoria peso-galo nos dois times.

Como é de praxe, Ronda Rousey deverá colocar pela segunda vez seu cinturão em jogo ao final do programa, quando enfrentará a outra treinadora do TUF, o que ainda não tem data definida para ocorrer.

Enquanto isso, Jon Jones e Chael Sonnen se preparam para o duelo que vale o cinturão dos meio-pesados no dia 27 de abril. Já no Brasil, a segunda edição do The Ultimate Fighter começou neste domingo, com as equipes sob a liderança dos pesos pesados Fabrício Werdum e Rodrigo Minotauro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.