Roth abre o treino e define o time titular do Grêmio

O técnico Celso Roth surpreendeu e permitiu que jornalistas e torcedores assistissem ao treino do Grêmio ontem, na arrancada para o jogo decisivo com o Atlético Mineiro, amanhã à tarde, no Olímpico. O coletivo, de titulares contra os reservas, mostrou que o treinador definiu a escalação para o jogo decisivo. O trio de zagueiros terá Léo, Jean e Réver. Pereira, que disputava uma vaga, deve ficar na reserva. Souza deixa a ala-esquerda para Hélder e vai para a ala-direita no lugar de Felipe Mattioni, que sai do time. Os atacantes Perea e Marcel estão recuperados de pancada que sofreram no início da semana e vão jogar. Enquanto Celso Roth preparava o time, o assessor de futebol do clube, André Krieger, tratava de convencer a imprensa de que o Grêmio não considera fácil o jogo contra o Atlético-MG. Ao contrário, prevê tantas dificuldades e está tão preocupado com a partida que concentrou seus jogadores na quarta-feira, dois dias antes do que faz normalmente. "Tomamos café, almoçamos e jantamos pensando no Atlético", afirmou o porta-voz do clube. A manifestação foi feita depois de críticas da imprensa paulista e mineira, do técnico do São Paulo, Muricy Ramalho, e de jogadores do Atlético. Todos consideram como excessiva a importância dada ao Goiás, que pode mudar o rumo do campeonato, se ganhar do São Paulo, e lembraram que o Atlético também pode definir tudo, se não perder para o Grêmio. O clube gaúcho só será campeão se vencer seu jogo e se o Goiás ganhar do São Paulo. A manifestação de Krieger repete o que os jogadores e o técnico Celso Roth já vinham dizendo. Todos insistiram que a atenção está exclusivamente no Atlético-MG, a quem consideram um adversário muito difícil de bater. Como de praxe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.