Rubinho abandona e Max Wilson vence na Stock Car em Brasília

Por problemas no carro, o piloto não consegue completar sua segunda corrida

Agência Estado

11 de novembro de 2012 | 11h56

BRASÍLIA - Após surpreender no sábado, ao obter o 8º lugar no grid, Rubens Barrichello não conseguiu completar sua segunda corrida na Stock Car, no Autódromo Nelson Piquet, em Brasília. Por problemas no carro, o piloto acabou deixando a prova na 20ª volta. Seu companheiro de Fórmula Indy Tony Kanaan cruzou a linha de chegada em 19º.

Barrichello atribuiu seu abandono a um problema na suspensão, que teria sido causado pelos sucessivos choques com os demais carros nas primeiras voltas. Insatisfeito com o "estilo" da categoria, o ex-piloto da Fórmula 1 chegou a reclamar, via rádio, de "falta de respeito" dos outros competidores. Em sua primeira prova, em Curitiba, ele ficou em 22º.

Kanaan, por sua vez, conseguiu completar sua primeira corrida na Stock Car. O piloto da Indy, no entanto, teve desempenho discreto. No sábado, ele obteve apenas o 30º lugar no grid de largada, após ser o último nos treinos livres de sexta-feira.

A corrida deste domingo foi vencida por Max Wilson, um dos candidatos ao título. Ricardo Maurício e Nonô Figueiredo completaram o pódio. Já o pole position Thiago Camilo teve um pneu estourado e não conseguiu terminar a prova. Acabou ficando fora da briga pelo troféu, faltando apenas uma etapa para o fim da temporada.

Com o triunfo, Wilson encerrou um jejum de dois anos sem vitórias na categoria. "Na pista eu tinha certa vantagem, mas a tensão de estar diante da possibilidade de um título depois de tanto tempo sem vencer foi realmente difícil. Nessa hora, você guia pensando em manter o equipamento para que nada aconteça até a bandeirada final", comentou.

O resultado deste domingo manteve o campeonato embolado. Cacá Bueno, que chegou em 9º em Brasília, segue na liderança, com 159 pontos. Daniel Serra, Ricardo Maurício e Átila Abreu vêm logo em seguida, com 149 cada. Ainda na briga, Max Wilson soma 138 pontos.

A temporada será definida na Corrida do Milhão, no circuito de Interlagos, no dia 9 de dezembro. A prova, que premia o vencedor com R$ 1 milhão, ainda concede pontuação dobrada ao piloto vitorioso. Neste caso, quem cruzar a linha de chegada na frente em São Paulo vai levar 44 pontos.

CASTRONEVES. A Corrida do Milhão contará com mais um convidado de peso na Stock Car. Depois de confirmar as presenças de Barrichello e Kanaan, a organização da prova anunciou a participação de Hélio Castroneves, outro piloto da Fórmula Indy. Helinho é tricampeão das 500 Milhas de Indianápolis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.