Rubinho marca um ponto. Di Grassi e Bruno abandonam

Se Rubens Barrichello já desconfiava que a Williams não está dentre as mais rápidas, ontem teve a confirmação: "Lutamos com a Force India para ser a quinta força da Fórmula 1", afirmou. Largou em 11º e chegou em 10º, marcando o primeiro ponto com a Williams. "O carro não é ruim, mas falta tração, potência." Bruno Senna estava feliz por ter completado 17 voltas no GP de Bahrein. A Hispania montou seu carros nos dias que antecederam o primeiro treino livre. Seu ritmo de corrida foi muito melhor que o de classificação. Ontem, Bruno virava na casa dos 5 a 6 segundos mais lento. Abandonou a prova por causa de um problema de superaquecimento.

, O Estadao de S.Paulo

15 de março de 2010 | 00h00

Lucas Di Grassi, da Virgin, estreante como Bruno, largou bem e mantinha-se à frente da Jarno Trulli, da Lotus. Contudo, uma pane hidráulica o fez parar. / L.O.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.