Russa culpa o vento por quebrar o pé em Londres

Ex-recordista mundial do salto com vara e medalha de bronze no Mundial de Daegu, a russa Svetlana Feofanova revelou que quebrou o pé direito em três partes durante a disputa das eliminatórias da Olimpíada de Londres, por causa do forte vento. "Era como saltar contra uma parede." A brasileira Fabiana Murer também reclamou da força do vento e, com 4,50 m, não conseguiu um lugar na final, vencida pela americana Jennifer Suhr. "Pode ter sido um pouco mais fácil para as garotas mais pesadas. O fato é que os organizadores não fizeram um bom trabalho, disso tenho certeza."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.