Grigory Dukor/Reuters
Grigory Dukor/Reuters

Rússia fatura mais dois ouros no Mundial de Atletismo

Russos faturaram as medalhas no 4x400m feminino e no salto em altura

AE, Agência Estado

17 de agosto de 2013 | 14h21

MOSCOU - País-sede do Mundial de Atletismo, a Rússia vem aproveitando muito bem a condição de anfitriã da competição. Neste sábado, penúltimo dia de provas em Moscou, os atletas russos faturaram mais dois ouros e deixaram o país na liderança do quadro de medalhas. A Rússia soma sete ouros, três pratas e cinco bronzes, logo à frente dos Estados Unidos, com seis ouros, 11 pratas e três bronzes.

Neste sábado, a Rússia conseguiu uma emocionante vitória na disputa do 4x400 metros com o tempo de 3min20s19, registrado pelo quarteto formado por Yulia Gushchina, Tatyana Firova, Kseniya Ryzhova e Antonina Krivoshapka. Assim, elas foram apenas 0s12 mais rápidas do que a equipe norte-americana, formada por Jessica Beard, Natasha Hastings, Ashey Spencer e Francena McCorory. Os Estados Unidos não puderam contar com Allyson Felix, que se contundiu na sexta-feira, na final dos 200 metros. A Grã-Bretanha garantiu o terceiro lugar, com 3min22s61.

A outra medalha de ouro da Rússia neste sábado foi conquistado por Svetlana Shkolina, que atingiu a marca de 2,03 metros na disputa do salto em altura, apenas três centímetros a mais do que a norte-americana Brigetta Barrett. Atual campeã olímpica, a russa Anna Chicherova não conseguiu defender o seu título mundial de 2011, e ficou com a medalha de bronze, com 1,97 metros.

A sueca Emma Green Tregaro, que causou polêmica ao competir nas eliminatórias com as unhas pintadas com as cores do arco-íris para criticar a lei antigay da Rússia, ficou na quinta posição. Ela tinha as unhas na coloração vermelha.

Com uma arrancada no final, a norte-americana Brianna Rollins venceu a disputa dos 100 metros com barreiras em Moscou ao marcar 12s44. Assim, ela foi 0s06 mais rápida do que a australiana Sally Pearson, que era a principal favorita a vencer a prova, por ser a atual campeã mundial e ter faturado a medalha de ouro na Olimpíada de Londres. A britânica Tiffany Porter, em terceiro lugar com 12s55, completou o pódio.

Campeã olímpica em 2004 e 2012, a etíope Meseret Defar venceu a disputa dos 5 mil metros com um tempo de 14min50s19 e repetiu o seu título mundial de 2007. Ela superou uma disputa acirrada com a compatriota Almaz Ayana, que se cansou no final e terminou em terceiro lugar, com 14min51s33, atrás da queniana Mercy Cherono, que marcou 14min51s22 e ficou na segunda colocação.

Já a disputa do lançamento de dardo foi vencida pelo checo Vitezslav Vesely, com 87,17 metros, apenas dez centímetros a mais do que o segundo colocado, o finlandês Tero Pitkamaki. O russo Dmitri Tarabin faturou a medalha de bronze, com 86,23 metros.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoMundial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.