Rússia lidera quadro de medalhas no Mundial de atletismo

Atletas brasileiros ainda não subiram no pódio após três dias de competições em Berlim, na Alemanha

EFE,

17 de agosto de 2009 | 20h42

BERLIM - A Rússia segue na primeira colocação do quadro de medalhas do Mundial de atletismo deste ano, em Berlim (Alemanha), após três dias de competição.

Veja também:

linkIsinbaeva erra e perde salto com vara

linkFabiana Murer decepciona e é eliminada

linkResumo das provas desta segunda

mais imagens GALERIA DE FOTOS - Imagens do dia 3

especialMUNDIAL - Leia todas as notícias do torneio

forum QUIZ - Participe do teste sobre o Mundial

tabela CALENDÁRIO - Todos os eventos e horários

Os russos já subiram cinco vezes ao pódio, com dois ouros, uma prata e dois bronzes. A Jamaica aparece logo atrás, com um terceiro lugar a menos no geral.

A surpresa por enquanto é a quarta colocação dos Estados Unidos, com um ouro, duas pratas e um bronze. A Polônia ultrapassa a delegação norte-americana por ter conseguido mais um vice.

O Brasil segue sem figurar no quadro. Fabiana Murer, esperança de medalha no salto com vara, ficou apenas em quinto na final da prova, vencida pela polonesa Anna Rogowska.

Veja o quadro de medalhas:

1.° Rússia - 2 ouros - 1 prata - 2 bronzes

2.° Jamaica - 2 ouros - 1 prata - 1 bronze

3.° Polônia - 1 ouro - 3 prata - 1 bronze

4.° Estados Unidos - 1 ouro - 2 pratas - 1 bronze

5.° Etiópia - 1 ouro - 1 prata - 1 bronze

6.° Cuba - 1 ouro - 1 prata - 0 bronzes

7.° Quênia - 1 ouro - 0 pratas - 2 bronzes

8.° Grã-Bretanha - 1 ouro - 0 pratas - 0 bronzes

8.° Nova Zelândia - 1 ouro - 0 pratas - 0 bronzes

8.° Eslovênia - 1 ouro - 0 pratas - 0 bronzes

8.° Espanha - 1 ouro - 0 pratas - 0 bronzes

12.° Alemanha - 0 ouros - 2 pratas - 1 bronze

13.° China - 0 ouros - 1 prata - 2 bronzes

14.° Eritreia - 0 ouros - 1 prata - 0 bronzes

14.° Irlanda - 0 ouros - 1 prata - 0 bronzes

16.° México - 0 ouros - 0 pratas - 1 bronzes

Tudo o que sabemos sobre:
Mundial de atletismoatletismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.