Rússia revela casos de doping no ciclismo e na natação

Em tempo de casos de doping pipocando pelo mundo e abalando várias modalidades, especialmente no atletismo, a Agência Russa de Antidoping (Rusada) revelou nesta quarta-feira que cinco atletas do país foram flagrados com substâncias proibidas, não reveladas. De acordo com a entidade, os testes deram positivo para três nadadores e dois ciclistas.

AE, Agência Estado

17 de julho de 2013 | 10h46

Todos foram flagrados em campeonatos nacionais, disputados no mês passado, e já estão suspensos preventivamente. Segundo a agência, os cinco estão proibidos de participar de qualquer competição ou período de treinamento oficial até que uma decisão definitiva sobre o caso seja tomada.

Os casos na natação aconteceram com Igor Akhlyustin, Mikhail Dovgalyuk e Anton Komlev. Eles participavam do campeonato nacional e buscavam índice para a disputa do Mundial de Esportes Aquáticos de Barcelona, na Espanha, que começa nesta sexta e vai até 4 de agosto.

Os flagrados no ciclismo foram Andrey Russkikh e Ekaterina Koroleva durante o campeonato nacional de juniores, em St. Petersburg.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismonataçãoRússiadoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.