Michael Sohn/AP - 16/12/2010
Michael Sohn/AP - 16/12/2010

Ryan Lochte mira recorde de Michael Phelps para Olimpíada de 2012

Norte-americano é esperança para bater marca de oito medalhas de ouro nos Jogos de Londres

AE, Agência Estado

20 de dezembro de 2010 | 09h43

Quando Michael Phelps ganhou oito medalhas de ouro na Olimpíada de Pequim, em 2008, seu feito parecia ser inatingível no curto prazo. Mas Ryan Lochte parece disposto a provar o contrário. O norte-americano acaba de concluir o Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta (25 metros), em Dubai, com um desempenho impressionante.

Veja também:

linkEm Dubai, Brasil faz a sua melhor campanha

Lochte venceu todas as cinco provas individuais que ele participou, como Phelps em Pequim, e também levou os Estados Unidos ao ouro no revezamento 4 x 100 metros medley, no domingo. Assim, terminou o Mundial com seis ouros e uma prata. O desempenho mostrou que ele poderia ser capaz de igualar Phelps nos Jogos de Londres, em 2012.

"Ele certamente está se firmando como o melhor nadador do mundo, e ele está fazendo isso de uma maneira que eu não estou vendo um fim", disse David Marsh, assistente-técnico dos Estados Unidos. "Em muitos maneiras, acho que estamos vendo o começo daquilo que ele pode fazer".

Os recordes mundiais estabelecidos por Lochte nos 200 e 400 metros medley foram as únicas marcas individuais quebradas na natação em 2010, quando foi proibido o uso de maiôs tecnológicos. E os únicos eventos que o norte-americano não ganhou em Dubai foram dois revezamentos.

Os Estados Unidos ficaram com a prata no 4 x 200 metros livre e em quarto lugar no 4 x 100 metros livre. Mas se Phelps e alguns outros destaques dos Estados Unidos tivessem competido, Lochte poderia ter ganho oito ouros. "Todos nós pensamos que ele pode fazer oito eventos", disse Marsh. "A grande coisa sobre ele é que ele é muito treinado. Ele provou nas últimas classificações olímpicas que ele pode lidar com provas duplas e ele tem uma boa capacidade de recuperação".

Em agosto, Lochte ganhou seis medalhas de ouro no Pan-Pacífico e Phelps faturou cinco. "Oito medalhas de ouro é quase impossível de superar, mas Ryan está definitivamente no seu caminho, e acho que a rivalidade entre os dois só vai fazer os dois melhorar", disse a nadadora Natalie Coughlin. "Ryan está nadando muito, muito bem".

A próxima batalha entre Lochte e Phelps deve acontecer em julho, no Mundial de Xangai, que servirá como uma prévia para a Olimpíada de 2012. Lochte ainda não calculou quantos eventos ele planeja nadar em Londres. "Eu estou apenas competindo, e quanto eu for capaz de fazer, eu vou fazer. Mas eu só gosto de competir, assim poderia ser uma, poderia ser 20, enquanto eu estou competindo e me divertindo não importa".

Tudo o que sabemos sobre:
nataçãoRyan Lochte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.