Ryk Neethling nas finais do 50 e 200m

O sul-africano Ryk Neethling, que ganhou três medalhas de ouro na manhã deste sábado na última etapa da Copa do Mundo de piscina curta (25 metros), em Belo Horizonte, voltou a competir no Minas Tênis à tarde, desta vez para obter os melhores tempos das eliminatórias dos 200 m livre (1min48s19) e dos 50 m livre (22s02). Neste domingo, ele nada as finais das duas distâncias, podendo aumentar para 33 sua coleção de medalhas nas oito etapas da Copa, desde novembro. O programa das finais deste domingo começa às 9h45 (com TV Globo e SporTV). A Superfinal da Copa do Mundo de 2006 será novamente em Belo Horizonte, prevista para o dia 12 de fevereiro.Nas eliminatórias da tarde, Rebecca Gusmão se classificou nos 100 m livre (55s48) e voltou a competir, duas provas depois, com intervalo de cerca de 10 minutos, para estabelecer novo recorde sul-americano em piscina curta nos 50 m peito, com o tempo de 31s84 (a marca anterior, dela própria, era de 31s96). "Ainda estou me adaptando a Coral Spring EUA), onde fui morar. Estou em uma fase de trabalho pesado na água, não treinei para essa competição especificamente porque estou me preparando para a temporada de piscina longa", disse Rebecca, que quer vaga na equipe brasileira que competirá no Mundial de Montreal. Tentará obter o índice (55s86) até o Troféu Brasil, em maio. Já nadou a prova em 55s76, em maio de 2004, mas terá de repetir o seu melhor tempo para ir ao Mundial.Numa prova com apenas quatro estrangeiros entre os 13 inscritos, Thiago Pereira se classificou com muita facilidade para a final dos 200 m medley (2min02s64). Marcelo Tomazini obteve o melhor tempo das eliminatórias dos 100 m peito(1min02s21), Kaio Márcio se classificou para a final dos 100 m borboleta(54s16) e Mariana Brochado nos 400 m livre (4min21s43).

Agencia Estado,

19 de fevereiro de 2005 | 19h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.