Saladino: melhor marca dos últimos 14 anos no salto

Atleta panamenho consegue melhor marca em 14 anos, mas recorde ainda está longe de ser batido

EFE

24 de maio de 2008 | 16h53

O panamenho Irving Saladino, atual campeão mundial do salto em distância, obteve neste domingo o melhor desempenho na modalidade dos últimos 14 anos ao conseguir uma marca de 8m73 durante o Meeting de Hengelo, na Holanda. A marca está longe dos 8m95 estabelecidos pelo americano Mike Powell no Mundial de atletismo de 1991, mas é a sétima na lista de todos os tempos.O panamenho - que treina em São Paulo e namora a pernambucana Keila Costa, atleta da mesma prova - foi ajudado por um vento a favor de 1,2 m/s. Aos 25 anos, ele trabalha uma nova técnica para se tornar o melhor do mundo.Em 2007, Saladino saltou 8m53, mas lembrou que teve de se conter porque viu que a caixa de areia era muito curta. Como os organizadores ampliaram a área, ele acabou favorecido.Nos 800 metros, a queniana Pamela Jelimo, de 19 anos, conseguiu a melhor marca mundial em cinco anos com um tempo de 1min55s76, novo recorde mundial júnior, batendo por quase três segundos Maryam Jamal, do Barein e campeã mundial dos 1.500.Já o etíope Kenenisa Bekele queria bater seu recorde mundial na prova dos 5.000 metros, mas não conseguiu, apesar de ter vencido. Seu tempo foi de 12min58s95, a mais de 20 segundos da melhor marca. Haile Gebreselassie, também da Etiópia e recordista mundial da maratona, foi derrotado por seu jovem compatriota Sileshi Sihine nos 10.000 metros, prova em que já bateu recordes mundiais.Sihine, atual medalha de prata olímpico, venceu com um tempo de 26min50s53 e uma vantagem de 27 centésimos em relação a Gebreselassie - que só pretende disputar esta prova nos Jogos de Pequim, pois desistiu da maratona por conta da poluição atmosférica na capital chinesa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.