Salvador de Vanderlei cai no samba

O grego Polyvios Kossivas caiu no samba. Seguindo o roteiro característico de todo turista estrangeiro, o salvador do brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima se esbaldou com a família, na madrugada deste domingo, até às 3h30, em uma escola de samba do Rio, a Acadêmicos do Salgueiro. Durante o dia, se banhou na Praia de Ipanema e depois, foi ao Maracanã."Não tenho palavras para explicar o que é isso. O que estou vivendo no Brasil", disse Polyvios Kossivas, cercado pelas mulatas do Salgueiro.Acompanhado por sua esposa Ioulia, a filha Smargda, além do vizinho George Diamantopoulo, Polyvios Kossivas está no País, a convite do COB, para participar da entrega do Prêmio Brasil Olímpico, que acontece terça-feira, no Rio. Ele será homenageado por ter salvado Vanderlei Cordeiro de Lima do ataque do ex-padre irlandês Cornelius Horan durante a maratona dos Jogos de Atenas.Polyvios chegou à quadra da escola de samba por volta de 1 hora e o anúncio nos alto-falantes de sua presença provocou eufórica manifestação dos salgueirenses. A princípio tímido, o grego logo entrou no clima do Salgueiro. Beijou a bandeira e tocou tamborim com os demais componentes da bateria. Ao ser chamado para um dos camarotes, pediu para permanecer na quadra. Minutos depois, aceitou visitar o local destinado aos dirigentes, onde também estava o atacante Edmundo, do Fluminense.No sábado, Polyvios conheceu outros pontos turísticos do Rio, como o bondinho do Pão-de-açúcar e a Praia de Copacabana. Almoçou em uma churrascaria e, à noite, fez compras em um shopping.E neste domingo, Polyvios foi primeiro para a Praia de Ipanema. "Isto tudo é incrível, maravilhoso. A água estava uma delícia", festejou o grego. À tarde, ele seguiu para o Maracanã, para acompanhar o jogo Flamengo e Coritiba, pelo Campeonato Brasileiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.