Samaranch deixa o hospital

O presidente honorário do Comitê Olímpico Internacional (COI), Juan Antonio Samaranch, deixou hoje o hospital, depois de nove dias internado com crise de fadiga extrema. De acordo com o porta-voz do COI, Samaranch ainda não está totalmente recuperado, mas os médicos acharam que já era suficiente para liberá-lo. Samaranch não irá participar da inauguração do estádio em Lausanne que levará o seu nome. A festa terá o amistoso entre Real Madrid e o time local, e fará a estréia do craque Zinedine Zidane com a camisa do Real.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.