Sampaio Corrêa vence e deixa o Boa na zona de rebaixamento da Série B

O Sampaio Corrêa emplacou a sua segunda vitória consecutiva na Série B do Campeonato Brasileiro ao superar o Boa por 3 a 0, no Estádio Castelão, em São Luís, no Maranhão. Este resultado deixou o time maranhense com 21 pontos, em sétimo lugar, já que na rodada anterior tinha batido o Luverdense por 3 a 1. Por outro lado, o time mineiro, que estava invicto há cinco rodadas, continua com 11 pontos, abrindo a zona de rebaixamento, em 17.º lugar, na frente de Atlético-GO, Ceará e Mogi Mirim.

Estadão Conteúdo

11 de julho de 2015 | 18h53

O primeiro tempo foi sonolento, com chances esporádicas no ataque. O visitante assustou aos dois minutos, quando a defesa da casa saiu jogando errado e a bola ficou nos pés de Bruno Felipe. Mas ele bateu por baixo e facilitou a defesa de Ruan, que espalmou. A melhor chance do time maranhense aconteceu somente aos 42 minutos, numa cobrança de falta. Raí bateu e a bola quicou na frente do goleiro Andrey, que mandou para escanteio.

O jogo recomeçou morno no segundo tempo, quando se esperava que o Sampaio fosse tentar um abafa no adversário. Mas saiu na frente num lance duvidoso, aos 10 minutos. Após levantamento na área, o zagueiro Wallace subiu e cabeceou, mas a bola raspou em seu braço. O árbitro marcou pênalti. Na cobrança, só aos 13 minutos, Douglas Oliveira enganou Andrey, que caiu do lado direito e viu a bola entrar do outro lado.

Depois disso, o jogo ficou truncado. O Boa ainda tentou ganhar mais força ofensiva com as entradas de Márcio Diogo, Danilo Neves e Erick Luís em tentativas do interino Altair Coimbra, que ficou no lugar de Moacir Júnior, suspenso. Mas a bola pouco chegou ao ataque. O Sampaio ficou na dele: marcando e esperando uma chance para ampliar. Ela apareceu aos 34 minutos. Após cobrança de lateral de Marcelinho e desvio de cabeça de Douglas, a bola sobrou para o voleio de Nadson. A bola quicou duas vezes antes de entrar.

Tudo liquidado? Ainda não. Faltava o gol de Pimentinha, que faz a alegria da torcida com seus dribles. Ele foi lançado em velocidade em cima da tentativa do Boa em fazer a linha de impedimento. Não deu certo. O atacante correu e dividiu com o goleiro

Andrey, que espalmou. O rebote ficou com Pimentinha, que bateu de esquerda e por cobertura. Um golaço, aos 39 minutos. Agora sim, tudo terminado.

Na 13ª rodada, os dois times voltam a campo no outro sábado. O Sampaio vai até Belém (PA) para enfrentar o Paysandu, às 16h30. Mais tarde, às 21 horas, o Boa receberá o Ceará, em Varginha (MG).

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORREA 3 X 0 Boa

SAMPAIO CORREA - Ruan; Daniel Damião (Marcelinho), Plínio, Luiz Otávio e Willian Simões (Raí); Moisés (Léo Salino), Diones, Nadson e Válber; Pimentinha e Douglas Oliveira. Técnico - Léo Condé.

BOA ESPORTE - Andrey; Moacir, Everton Sena, Wallace e Sheslon; Alê, Cléo, Radamés e Clébson (Márcio Diogo); Kleiton Domingues (Erick Luís) e Bruno Felipe (Danilo Neves). Técnico - Altair Coimbra (interino).

GOLS - Douglas Oliveira, de pênalti, aos 13, Nadson, aos 34, e Pimentinha, aos 39 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Alinor Silva da Paixão (MT).

CARTÕES AMARELOS - Plínio, Daniel Damião, Douglas OLiveira e Marcelinho (Sampaio Corrêa); Cléo, Kleiton Domingues e Wallace (Boa).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Castelão, em São Luis (MA).

Tudo o que sabemos sobre:
SÉRIE BSAMPAIO CORRÊA X BOA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.