Santistas ganham folga e vão ter boa premiação pelo título da Recopa

Um dia depois de ganhar a Recopa Sul-Americana, titulares treinam. Conmebol paga R$ 610 mil pela conquista

SANCHES FILHO, O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2012 | 03h05

SANTOS - Uma das recompensas dos titulares do Santos pela conquista da Recopa Sul-Americana, com a vitória por 2 a 0 sobre a Universidad de Chile, quarta-feira à noite, no Pacaembu, foi a liberação do treino de ontem à tarde, no CT Rei Pelé. Outra boa notícia: o prêmio de US$ 300 mil (R$ 610 mil) pago pela Confederação Sul-Americana de Futebol e mais a renda do jogo de R$ 651 mil, deduzidas as despesas, serão rateados entre os inscritos na Recopa.

Depois de o gerente de futebol Felipe Faro ter afirmado que Ganso vai ficar sem a medalha de campeão por não ter participado do segundo jogo anteontem, o vice-presidente Odílio Rodrigues Filho afirmou que a premiação do ex-meia santista nem chegou a ser cogitada no clube. "A conquista foi muito recente e nem houve tempo para pensarmos a respeito disso. Sinceramente, eu não saberia responder se o número de medalhas foi o bastante para todo o elenco", desconversou o dirigente, ontem.

Desfalque

Léo, com contratura na panturrilha esquerda, está de volta ao departamento médico. Juan será o seu substituto contra o Grêmio, domingo às 18h30, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre. Bruno Peres, que voltou a sentir a lesão na coxa esquerda, depende do resultado do exame da ressonância magnética que fez ontem para saber se terá condições para jogar. Se ele for vetado, o técnico Muricy Ramalho vai escalar o garoto Douglas na posição.

O Santos decidiu não pedir à CBF a dispensa de Neymar dos amistosos da seleção brasileira em outubro. O atacante vai desfalcar a equipe contra o Botafogo, no dia 11, no Engenhão, e no dia 14, na Vila, diante do Vasco.

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCRecopa Sul-Americana

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.