Santo André perde, mas se classifica

ESPECIAL PARA O ESTADO

Marcon Beraldo, O Estado de S.Paulo

19 de abril de 2010 | 00h00

Foi um jogo bastante disputado, com muita garra e determinação. No final o Santo André se classificou para a final do Campeonato Paulista, apesar da derrota por 2 a 1 para o Grêmio Prudente, ontem à noite, no Bruno José Daniel. É que o time do ABC, com melhor campanha na fase de classificação, poderia perder por um gol de diferença por ter vencido exatamente por 2 a 1 o primeiro jogo.

O Grêmio entrou em campo com mais vontade e com três atacantes. Por isso, não foi surpresa ter saído na frente, aos 16 minutos: Tadeu, de pênalti.

O Santo André partiu para a reação. Renato Dias, completando cruzamento de Branquinho, empatou o jogo, aos 35. Foi o melhor momento do Santo André. Mas o Grêmio logo retomou o controle e voltou à frente do placar com o gol de Marcos Assunção, de falta aos 43.

Alegando problemas com caixas de som próximas ao vestiário, o time de Presidente Prudente passou o intervalo dentro do campo. Já o autor do gol do Santo André, Renato Dias, prometia mais no segundo tempo. "Temos a vantagem mas precisamos "matar" o jogo o mais rápido possível", disse o atacante.

A segunda etapa começou com o Prudente perdendo chance com Flavinho. As expulsões quase simultâneas de Diego e Carlinhos deixaram mais espaços, tornando a partida mais dinâmica a partir dos 20 minutos. E o Santo André teve a chance de empatar, aos 24 minutos, mas o goleiro Márcio defendeu o pênalti cobrado por Branquinho.

No final, o time do ABC se retrancou para garantir a classificação. "Agora é a vez de enfrentarmos o bicho-papão (o Santos). O Santo André merecia chegar", disse o goleiro Júlio César.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.