Santos, agora, vai jogar para Neymar fazer gols

Mesmo fora da luta pelo título e sem risco de rebaixamento, o Santos tem pelo menos um bom motivo para levar a sério o jogo diante do Avaí, às 17 horas, na Ressacada, em Florianópolis: ajudar Neymar a terminar a temporada como artilheiro do País - está em primeiro lugar, com 41 gols (não computado o que marcou no amistoso contra a Ferroviária), seguido por Jonas, do Grêmio com 40 - e a conquistar outras marcas.

SANCHES FILHO, O Estado de S.Paulo

28 de novembro de 2010 | 00h00

Se repetir o recital da vitória por 4 a 1 (três gols) sobre o Goiás, domingo passado, no Serra Dourada, o atacante de 18 anos vai continuar brigando até pela artilharia do Brasileiro (tem 16, contra 21 de Jonas) e também continuará avançando para se tornar o maior goleador santista pós-Pelé.

Desde que foi promovido à profissional, no começo de 2009, o novo reizinho da Vila marcou 56 gols com a camisa santista e um pela seleção, na sua estreia, diante dos EUA. Os maiores goleadores pós-Pelé são: João Paulo e Serginho Chulapa, 104 gols; Juari, 101; Robinho, 94; Kleber Pereira, 87; Guga e Giovanni, 74; e Viola, 67. Neymar ainda é o 42.º nesta lista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.