Santos antecipa renovação para não perder Muricy

Com a demora do São Paulo em encontrar o substituto do demitido Emerson Leão aumentaram as especulações sobre a possibilidade de Muricy Ramalho retornar ao seu ex-clube. Os comentários na Vila Belmiro indicam que o presidente Juvenal Juvêncio estaria disposto até a pagar a elevada multa do treinador para recuperar o prestígio político com a recontratação do técnico.

SANCHES FILHO / SANTOS, ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2012 | 03h10

Além de ser ganhador, Muricy é sócio e frequentador do São Paulo desde criança, e mora ao lado do Morumbi. Embora os dirigentes digam não ter medo de perder o seu comandante, o Santos não está indiferente ao suposto interesse do Tricolor.

O vice-presidente Odílio Rodrigues Filho afirmou que a diretoria santista vai iniciar nos próximos dias negociações para antecipar a renovação do contrato de Muricy. O atual termina em dezembro.

"Muricy está feliz no Santos e o Santos está feliz com Muricy. Ele é um técnico diferenciado e temos todo o interesse em mantê-lo para 2013", afirmou Odílio, lembrando que o treinador faz questão de cumprir integralmente seus contratos. "Em breve vamos iniciar negociações para antecipar a renovação do contrato com ele."

Embora as partes não tenham divulgado os detalhes do contrato que Muricy renovou em dezembro de 2011, consta que o seu salário é de R$ 600 mil mensais e que em caso rompimento unilateral do compromisso a multa seria o pagamento integral dos meses restantes (cerca de R$ 3,6 milhões). Não há cláusula no contrato de pagamento de multa se Muricy sair para assumir a seleção brasileira.

A eliminação do Santos pelo Corinthians nas semifinais da Libertadores, na quarta-feira da semana passada, e a incerteza quanto às possibilidades de seu time de ganhar o Campeonato Brasileiro podem fazer com que Muricy reveja a sua posição de permanecer no Santos.

Sem solução. A assinatura do novo contrato de Ganso, com reajuste salarial, voltou a travar. O Santos chegou a oferecer R$ 500 mil mensais ao meia há duas semanas, mas após a queda na Libertadores baixou a oferta para R$ 350 mil. Ganso pede R$ 1 milhão.

As negociações para tratar das renovações com Borges, Edu Dracena e Léo nem foram iniciadas. O único reforço acertado por enquanto é o ex-corintiano Bill. O atacante já foi aprovado nos exames médicos e deve apresentar-se no dia 21 de julho, um dia depois do encerramento do seu contrato com o Bragantino.

Time. Diante da Portuguesa, domingo, no Canindé, Muricy deve escalar três volantes - Adriano, Arouca e Henrique. A maior surpresa no treino, ontem, foi a entrada do garoto Wesley Douglas, de 19 anos, na lateral-direita. Ele foi promovido das categorias de base nesta semana.

SANTOS. BORGES PODE PERDER VAGA PARA O

JOVEM VICTOR ANDRADE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.