Santos apela para os gringos

v

Sanches Filho, O Estadao de S.Paulo

04 de fevereiro de 2008 | 00h00

Os meias Maurício Molina, colombiano de 27 anos, e Michael "Jackson" Quiñonez, equatoriano, de 22, são os novos reforços do Santos para 2008. Eles fizeram exames médicos ontem, no CT Rei Pelé, foram aprovados pelo médico Carlos Braga e serão apresentados hoje. Outro estrangeiro vai defender o Santos: o centroavante argentino Tripodi, de 20 anos. Os dirigentes santistas aguardam a chegada de um fax do Boca Juniors com a liberação do jogador para anunciar a contratação."Nenhum desses jogadores foi pedido por mim", disse o técnico Emerson Leão, ao saber das contratações. "Os que indiquei não foram possíveis, então vamos trabalhar com o que tivermos."Os reforços chegam à Vila Belmiro como resposta do presidente Marcelo Teixeira às críticas da torcida, após a derrota para o Barueri. Porém, os três reforços são pouco conhecidos e não passam de apostas da diretoria. Molina é quem tem mais chances de dar certo. O jogador disputou a Libertadores de 2003 pelo Independiente, de Medellín, e fez um dos gols do seu time na derrota por 3 a 2 para o Santos. Seu último clube foi o Estrela Vermelha, da Sérvia. Quiñonez é pouco conhecido até no Equador, por jogar num clube da Segunda Divisão, o Espoli. Tripodi tem como principal qualidade ter sido um dos maiores artilheiros das equipes de base do Boca Juniors. Como profissional, passou pelo Colônia, da Alemanha, e estava no San Martin, da Argentina.Kléber Pereira pode voltar ao time contra o Marília, quinta-feira, na Vila Belmiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.