Santos derrota Noroeste e retorna à liderança

Com gols de Zé Love e Felipe Anderson, time vence na reabertura da Vila, supera Palmeiras e soma 18 pontos

Sanches Filho / SANTOS, O Estado de S.Paulo

12 de fevereiro de 2011 | 00h00

O Santos passou alguns sustos, mas derrotou o Noroeste por 2 a 0, na reabertura da Vila Belmiro, ontem à noite, voltando à liderança do Campeonato Paulista, com 18 pontos, dois a mais que o Palmeiras, que tem um jogo a menos. Zé Eduardo e Felipe Anderson marcaram os gols. O Noroeste desperdiçou um pênalti quando perdia por 1 a 0 e Elano errou a cobrança de outro em seguida.

O campeão paulista de 2010 começou a partida pressionando muito e, aos 9 minutos, Zé Eduardo, lançado por Diogo, invadiu a área sem marcação e fez 1 a 0. A impressão era de que seria mais um jogo fácil, até com possibilidade de goleada, mas o Noroeste, montado no esquema 3-6-1, dominava o meio de campo, chegava seguidamente com perigo à área adversária e só não empatou na primeira etapa porque Rafael fez boas defesas.

Com a entrada de Felipe Anderson no lugar de Keirrison, no segundo tempo, o time de Adilson saiu do esquema 4-3-3 para o 4-4-2. Era a tentativa de equilibrar as ações no meio-campo. Mas, aos 4 minutos, Edu Dracena fez pênalti em Giovani e o time de Bauru só não empatou porque Zé Carlos cobrou para fora.

Três minutos depois, Marcinho puxou Diogo dentro da área e o juiz marcou pênalti, mas aí foi a vez de Elano errar, chutando por cima do travessão. Porém, depois do pênalti perdido, o Santos tomou conta do jogo e, aos 25, Felipe Anderson fez um golaço, acertando forte chute de fora de área, acabando com o sonho do Noroeste de pelo menos empatar na Vila Belmiro.

Foco na Libertadores. Agora o Santos esquece o Paulista e hoje cedo viaja para a Venezuela para estrear na Taça Libertadores, contra o Deportivo Táchira, terça-feira à noite, em San Cristóbal. Com a eliminação do Corinthians na fase preliminar, o clube da Baixada Santista será o único representante do futebol paulista na competição.

Neymar, Alex Sandro, Danilo e Alan Patrick, que estão na seleção sub-20, seguem amanhã direto para San Cristobal, na Venezuela, para se integrar à delegação. O Santos está no Grupo 5 da Libertadores e, após a estreia na Venezuela, vai enfrentar o Cerro Porteño, do Paraguai, dia 2 de março, na Vila. Em seguida, os santistas vão jogar duas vezes contra o chileno Colo-Colo: 16 de março, em Santiago, e 6 de abril, na Vila Belmiro. A partida contra o Cerro no Paraguai será dia 13 de abril e o encerramento da fase de grupos ocorrerá diante do DeportivoTáchira, em 20 de março. O último jogo deverá ser transferido da Vila para o Pacaembu, segundo o presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.