Santos espera por fase melhor com Luxemburgo

Novo técnico se apresenta hoje com a missão de recuperar um time desunido e confuso taticamente

Gabriel Navajas, O Estadao de S.Paulo

20 de julho de 2009 | 00h00

Hoje, a partir das 12h30, quando o técnico Vanderlei Luxemburgo for apresentado oficialmente como novo técnico do Santos - é a quarta passagem do treinador pela Vila Belmiro -, os jogadores esperam que uma nova fase comece e que a crise que cerca o clube fique para trás. Pelo menos é o que eles deram a entender após a derrota para o São Paulo."Tomamos o gol muito cedo no segundo tempo. Tínhamos empatado no final do primeiro e ficou complicado para reagir", lamentou o atacante Roni, autor do gol santista. "Não podíamos tomar esse gol. O resultado poderia ter sido melhor. Agora é esperar a chegada do Vanderlei Luxemburgo para acertar o time e para que o Santos posso se recuperar na competição."O interino Serginho Chulapa, em seu jogo de despedida do comando, elogiou a equipe e agora deixa tudo nas mãos do novo treinador. "Vamos lutar para melhorar. O Vanderlei assume e tem toda a capacidade para reverter. A nossa situação não é boa. Um time como o Santos não pode dar sopa, muito tempo sem vencer é complicado, mas a reação virá logo", garantiu Serginho.Antes de se despedir, porém, Serginho aprontou das suas. Mesmo com o empate no último minuto do primeiro tempo, o interino saiu de campo discutindo com alguns jogadores, quase partindo para as vias de fato. Astorga, Domingos e Léo completavam o time dos exaltados na entrada do túnel que leva aos vestiários do Morumbi. "Isso é bom, mostra comprometimento do time todo. Esse é o nosso algo mais", disse o zagueiro Astorga.SEM DESCULPAS Para o zagueiro Domingos, não é o momento de os jogadores ficarem buscando desculpas pelos tropeços. "Não adianta ficar falando. Nós temos de trabalhar mais", afirmou, desolado. Serginho Chulapa está confiante na recuperação. Hoje vai se reunir com Luxemburgo para passar suas impressões depois de dois jogos no comando do time. "Amanhã (hoje) a gente vai conversar direitinho. Ele (Luxemburgo) fará uma avaliação desse tempo sem vitórias (três jogos, a última foi contra o Sport, 1 a 0, na Vila Belmiro). Conversaremos bastante. Com certeza no próximo jogo o time já terá a cara dele", reforçou. "Mas hoje (ontem) tivemos aplicação e buscamos até o final."No próximo jogo, contra o Atlético-PR, na Vila Belmiro, Luxemburgo terá a volta do zagueiro Fabão e do volante Rodrigo Souto, que ontem cumpriram suspensão pelo terceiro cartão amarelo. O centroavante Kléber Pereira ficou de fora porque, segundo o departamento médico, sentiu um problema no joelho no treino de sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.