Santos faz 9 em noite de gala e salva Estadual

Enquanto rivais sofrem para deslanchar, o time da Vila alia espetáculo à eficiência e lidera; ontem, a vítima foi o Ituano

Fábio Hecico, O Estadao de S.Paulo

22 de março de 2010 | 00h00

O Santos mostrou mais uma vez ontem que é o ator principal de um Campeonato Paulista cheio de coadjuvantes. Mesmo sem as duas principais estrelas, Robinho e Neymar, o time da Vila Belmiro voltou a apresentar seu futebol moleque e envolvente, a dar outra apresentação de gala. A vítima da vez foi o Ituano, no Pacaembu, surrado impiedosamente por 9 a 1. O tropeço diante do Palmeiras, parece, foi apenas um acidente de percurso.

Foi a quarta goleada da equipe em 15 jogos no Paulista - antes, fizera 4 a 0 no Rio Branco, 6 a 3 no Bragantino e 5 a 0 no Grêmio Prudente - e a sexta na temporada (fez 10 a 0 no Naviraiense e 4 a 0 no Remo pela Copa do Brasil). O melhor ataque do Brasil chegou aos 45 gols no Estadual e a 60 no ano, média de 3,3 por partida.

O show de bola teve, claro, dancinhas e também uma comemoração especial para Neymar. O garoto, que no sábado jogou com os reservas amistoso em Nova York, pediu a André que posasse como Estátua da Liberdade ao celebrar um gol. Foi atendido.

Com 35 pontos, o Santos está virtualmente classificado às semifinais. Matematicamente, porém, necessita de mais um triunfo. E a vaga pode vir quinta-feira, na partida contra o Botafogo, na mesma Vila Belmiro onde, nos anos 60 do século passado, o Santos de Pelé fez certa vez 12 a 0 no time de Ribeirão Preto.

Briga pelas vagas. Na luta pela classificação, o Santo André, com 33, está quase lá. O São Paulo chegou aos 30 e abriu cinco do quinto colocado. Faltam quatro rodadas para o fim da fase.

Cinco outros times aparecem como pretendentes a lugar na semifinal: Corinthians, Portuguesa, Botafogo, Grêmio Prudente e Ponte Preta (leia nesta página). Com remotas chances, o Palmeiras, em nono, já jogou o toalha. Os prognósticos de repetição dos quatro grandes nos mata-matas, como ocorreu em 2009, portanto, estão descartados.

CAMINHO DA SEMIFINAL

Santos

Precisa de mais um triunfo

Santo André

Com mais quatro pontos,

não dependerá de ninguém

São Paulo

Pode se garantir ganhando mais duas partidas

Corinthians

Tem de ganhar três jogos

Portuguesa

Avança com 10 pontos e um tropeço do Corinthians

Botafogo

Vive situação igual à da Lusa

Grêmio Prudente

Tem de ganhar 4 jogos e torcer

Ponte Preta

Na mesma situação do Grêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.