Santos luta contra a má fase em Santa Bárbara

Com apenas uma vitória nos últimos cinco jogos, o time precisa vencer hoje para não correr o risco de sair do G-4

SANCHES FILHO / SANTOS, ESPECIAL PARA O ESTADO , O Estado de S.Paulo

13 de abril de 2013 | 02h08

Ainda sem contar com Muricy Ramalho à beira do campo, o Santos precisa vencer hoje o União Barbarense, às 18h30, em Santa Bárbara d'Oeste, para não correr o risco de sair do grupo dos quatro primeiros do Campeonato Paulista. Muricy não está recuperado de uma crise de diverticulite e, por isso, repousará durante o fim de semana.

O trabalho do técnico voltou a ser questionado. Um grupo de torcedores criou um blog contra ele com o slogan "este time não me representa", criticando a falta de padrão e de ofensividade da equipe. Os protestos aumentaram em razão de o Santos ter vencido apenas uma vez nos últimos cinco jogos.

A pergunta mais frequente dentro e fora do clube é se o Santos caiu de produção em razão da má fase de Neymar ou se Neymar está jogando mal por causa do baixo rendimento da maioria dos companheiros de time. O zagueiro Neto, que vai substituir o suspenso Durval, acredita que o momento ruim é passageiro. Ele lembrou que o Santos começou bem o Paulista e até ganhou com autoridade do São Paulo, líder da competição. Para Neto, alguns resultados não refletiram o futebol da equipe.

"Contra o São Caetano fomos bem. O adversário fez o gol muito rapidamente, mas tivemos 18 finalizações. O nosso futebol não é o que a gente gostaria, mas já apresentamos padrão de jogo bem melhor do que esse e temos condições de reagir a qualquer momento."

O Santos também não vai contar hoje com o lateral-esquerdo Léo, que será poupado. Guilherme Santos terá mais uma chance de mostrar seu potencial.

Arouca participou do treino de ontem, mas ainda precisa melhorar o condicionamento físico. A previsão é que o volante ficará à disposição de Muricy no jogo de volta contra o Flamengo-PI, quarta-feira, na Vila Belmiro. O atacante argentino Miralles, por sua vez, está recuperado do edema na coxa direita, mas por enquanto está liberado apenas para correr em volta dos campos do CT Rei Pelé. Marcos Assunção deveria ficar na reserva na partida de hoje, mas foi vetado em razão de uma amidalite.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.