Santos: ou triunfo, ou crise

Derrota hoje para o Flu pode ter efeito devastador

Sanches Filho, O Estadao de S.Paulo

24 de maio de 2009 | 00h00

O Fluminense pode pagar pelo que não fez. O Santos entra em campo hoje às 16 horas, no Maracanã, disposto a se reabilitar do 3 a 3 contra o Goiás e vencer pela primeira vez no Campeonato Brasileiro. Se a vitória acabará (ou encobrirá) com a crise de relacionamento entre os jogadores, a derrota terá efeito devastador. É possível até que o emprego de Vágner Mancini fique ameaçado. Pesa contra o técnico a desclassificação na Copa do Brasil pelo CSA e a sua falta de pulso para punir Fábio Costa quando o goleiro ameaçou agredir o garoto Paulo Henrique. E ficou impune. Mancini prometeu tomar providências mas, no dia seguinte, encerrou o assunto, alegando que não houve briga. Ao terminar o Campeonato Paulista como vice-campeão, o Santos parecia bem encaminhado para ser um dos destaques do Nacional. Bastaria contratar um bom lateral-direito, um atacante de velocidade e um meia, além de reforçar o grupo. A intenção de Mancini era aproveitar que o Santos disputa apenas o Brasileiro, ao contrário de vários concorrentes, para acumular pontos nas primeiras rodadas. Atualmente está longe do estágio apresentado no Estadual. A principal razão é a política de contenção de despesas da diretoria. Jogadores com salários fora da realidade do futebol brasileiro, à exceção de Fábio Costa, se sentem ameaçados. Kléber Pereira ou aceita reduzir o salário no final do ano ou irá embora. O clube está atolado em dívidas, paga juros bancários e antecipou no ano passado o recebimento da maioria das cotas de TV de 2009. Na escalação, o Santos de hoje à tarde não será muito diferente daquele da final do Campeonato Paulista. Porém, a equipe de Mancini não tem mais o mesmo equilíbrio emocional.SANTO ANDRÉ PEGA O FLAO Santo André tenta hoje contra o Flamengo, no Bruno José Daniel, a sua segunda vitória no Brasileiro. Os dois times não se enfrentam desde 2004, quando o Santo André venceu o Fla por 2 a 0 e conquistou a Copa do Brasil. A rodada tem mais quatro jogos: Atlético-PR x Náutico, Grêmio x Botafogo, Sport x Atlético-MG e Avaí x Coritiba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.