Hélvio Romero/AE
Hélvio Romero/AE

Santos perde meio time para enfrentar o Cruzeiro na Vila Belmiro, às 18h

Problemas de contusão e suspensão obrigam Muricy a usar reservas contra o time mineiro

Sanches Filho - Especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

10 de setembro de 2011 | 00h00

SANTOS - O Santos vai jogar sem nenhum dos titulares do meio de campo campeão da Libertadores contra o Cruzeiro, neste sábado às 18h, na Vila Belmiro, pela 23ª. rodada do Brasileiro. Além de Ganso, vítima de novo rompimento muscular (desta vez na coxa esquerda) e sem previsão de retorno, desfalcam o time Arouca e Elano, também afastados por contusões, e Adriano, suspenso pelo terceiro amarelo. Dos jogadores que vinham atuando no setor, sobrou Henrique, embora Muricy Ramalho não tenha confirmado a sua escalação.

"A gente está esperando os jogadores se recuperarem e por isso é difícil falar agora. Não é só Henrique. Há outras dúvidas porque vários titulares sentem dores em razão da sequência de jogos", lamentou Muricy.

Os problemas do treinador começam pela lateral-direita. Pará continua em tratamento para se recuperar de lesão muscular, e Danilo está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Como Leandro Silva sentiu demais a estreia e foi substituído aos 27 minutos do primeiro tempo, contra o Ceará, Crystian deverá ser o escolhido para começar o jogo. Com o retorno de Durval (cumpriu suspensão diante do Avaí), o restante da defesa é titular.

BRONCA DO CHEFE

Muricy aproveitou a nova lesão de Ganso para voltar a criticar o massacre a que seus principais jogadores estão sendo submetidos, com dois jogos por semana pelo Brasileiro, convocações para a seleção e longas viagens, depois do desgaste pela disputa simultânea do Paulista e da Libertadores.

"A contusão de Ganso é muito ruim, tanto para ele como para nós. Aconteceu no momento em que ele estava voltando a ficar bem fisicamente. Agora ele vai perder tempo e será muito difícil repetir tudo outra vez (tratamento de recuperação e recondicionamento físico e técnico) para retornar", disse o treinador. "Com isso, Ganso vai perder espaço na seleção e para nós o prejuízo é grande. É aquela coisa: o jogador atua num dia, pega o avião no outro, joga em outro lugar e, sem tempo para recuperação e para treinar, aumentam as contusões", finalizou.

O Santos é o 14º. colocado, com 26 pontos em 60 disputados, e está a 17 do líder Corinthians. A diferença poderá cair para 11 pontos, se vencer os dois jogos que tem a menos, contra o Grêmio e Botafogo. O time está sem perder desde a vitória por 2 a 1 contra o Bahia, dia 21 do mês passado. Já são três vitórias (Bahia, Fluminense e Avaí) e dois empates (São Paulo e Inter).

AMEAÇADOS

O lanterna América-MG, com 17 pontos, recebe hoje o Avaí, 18º colocado, com 20 pontos. Os dois times são sérios candidatos ao rebaixamento e não podem perder.

SANTOS - Rafael; Crystian, Edu Dracena, Durval e Léo; Henrique, A. Carvalho e Felipe Anderson; Neymar, Alan Kardec e Borges. Técnico: Muricy Ramalho

CRUZEIRO - Rafael; Leandro Guerreiro, Leo, Naldo e Everton; Fabrício, Gilberto, Roger e Montillo; Ortigoza e Bobô. Técnico: Emerson Ávila

Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL)

Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP) 

Horário: 18 horas

Transmissão: Pay-per-view

Rádio: Estadão ESPN (FM 92,9/AM 700)

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCMuricy RamalhoNeymar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.