Santos precisa correr para se reforçar até segunda-feira

Esta é a data-limite para inscrever jogadores na Libertadores. Muricy quer zagueiro, meia e lateral-esquerdo

SANCHES FILHO / SANTOS , ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

08 de fevereiro de 2012 | 03h06

O Santos tem de correr para contratar os reforços pedidos por Muricy Ramalho para lutar de novo pelo título da Taça Libertadores. O treinador confirmou que espera pela chegada de dois ou três bons jogadores, mas se nega a falar de nomes e posições. Muricy pede um zagueiro alto (pode ser Alex Silva), um meia (Zé Roberto rescindiu contrato Al Gharafa e voltou a interessar) e um lateral-esquerdo.

O prazo para a entrega da relação dos 25 jogadores para a fase de grupos da Libertadores termina no fim da tarde de segunda-feira, 48 horas antes da estreia do clube na competição, quarta-feira, em La Paz, na Bolívia, diante do The Strongest.

O presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro também desconversa sobre os jogadores pretendidos, porém admite que o meia Zé Roberto sempre interessou ao clube da Vila Belmiro.

Um de seus assessores pondera que o jogador está com 37 anos e a sua brilhante passagem pela Vila Belmiro foi há quatro anos, com a agravante de que estava atuando no Catar e não deve estar pronto para enfrentar o ritmo forte do futebol brasileiro. "Só se Zé Roberto aceitar um contrato curto e salário de R$ 200 mil por mês", afirmou a fonte.

Dúvidas. Além do desfalque de Léo, que fez uma artroscopia no joelho direito e só volta dentro de 30 dias, Muricy ainda não sabe se Borges (dores na coxa direita) e Edu Dracena (lesão muscular na coxa direita) poderão jogar contra o Botafogo, amanhã à noite, em Ribeirão Preto. O centroavante vai passar por exame hoje e se for vetado será substituído por Alan Kardec.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.