Santos promete dois reforços para o 2º semestre

Clube deve acertar com o goleiro Edson Bastos, hoje no Coritiba, e busca um atacante para substituir André

, O Estado de S.Paulo

22 de junho de 2010 | 00h00

O Santos deve anunciar pelo menos dois reforços nos próximos dias. A prioridade é por um goleiro experiente para ser o sucessor de Fábio Costa (emprestado até o fim do próximo ano ao Atlético-MG) e um atacante para o lugar de André, vendido ao Dínamo Kiev, da Ucrânia.

Embora os dirigentes façam mistério, o nome mais forte para o gol é o de Edson Bastos, do Coritiba, que trabalhou com Dorival Júnior em 2008. "Não estamos dormindo. Sabemos das carências que o nosso elenco tem e estamos trabalhando para reforçar o grupo", disse ontem o gerente de futebol, Paulo Jamelli.

De acordo com o dirigente, Wesley não deve mais ir para o Werder Bremen, da Alemanha. Paulo Henrique Ganso, que passou por uma artroscopia no joelho direito na quinta-feira, é o único jogador que não vai participar da intertemporada.

No Palmeiras, Kléber iniciou ontem os trabalhos físicos. O atacante reencontrou Lenny, Marcos e Pierre, colegas na conquista do Estadual, há dois anos. "Foi bem legal rever alguns companheiros com quem joguei aqui em 2008", disse ele.

No Corinthians, a briga é para segurar Matias Defederico, que tem proposta do River Plate para voltar à Argentina. A diretoria alvinegra descarta a saída do meia-atacante, que ficou bastante interessado na oferta do clube de seu país.

O jogo do São Paulo contra o Atlético-PR em Curitiba, pelo Campeonato Brasileiro, passou do dia 7 de agosto, sábado, para o domingo (8), às 18h30. A alteração ocorreu por causa do jogo de volta contra o Internacional pelas semifinais da Libertadores, que será no dia 5 de agosto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.