Santos tem de ganhar todas em casa

O Santos voltou a acreditar na classificação para a Libertadores 2013. Para chegar entre os primeiros colocados, o tricampeão paulista não pode mais perder pontos, principalmente na Vila Belmiro. As chances são remotas, mas Neymar e uma combinação de resultados na última rodada se encarregaram de promover a reviravolta (após o empate contra o São Paulo, o técnico Muricy Ramalho já tinha praticamente "jogado a toalha").

SANCHES FILHO , ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

19 de setembro de 2012 | 03h06

Outro ponto em que o Santos se apoia para continuar sonhando é a lista de próximos rivais. Com a exceção de Fluminense e São Paulo, o time vai enfrentar todos os concorrentes que estão a sua frente na classificação.

Dos 13 jogos restantes, o tricampeão será mandante em sete, a começar pela partida diante da Portuguesa (14.ª colocada), sábado à noite, no Pacaembu. Teoricamente será o jogo mais difícil porque Neymar cumprirá suspensão pelo terceiro amarelo.

Os demais serão na Vila contra Inter (7.º), Vasco (4.º), Atlético-MG (2.º), Náutico (12.º). Nas rodadas finais, vai encarar Figueirense (18.º) e Palmeiras (19.º). Se fizer a lição de casa, vai encurtar a diferença para o G-4.

SANTOS. LEIA MAIS

NOTÍCIAS DO CLUBE NO

estadao.com.br/e/santosfc

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.