Santos tem pés no Paulista e mente na Libertadores

Vitória contra o Comercial, hoje, na Vila, mantém o time no alto da tabela e dá condição a Muricy para poupar jogadores

SANCHES FILHO / SANTOS , ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2012 | 03h05

O Santos quer chegar à quarta vitória seguida hoje, às 19h30, contra o Comercial, na Arena Barueri, para se manter no bloco de cima da classificação do Campeonato Paulista e poder poupar os principais titulares na primeira quinzena de março, quando jogará duas vezes em cinco dias pela Libertadores - contra o Internacional, dia 8, na Vila, e dia 13, diante do Juan Aurich, no Peru.

Rafael, vetado pelos médicos, será substituído por Aranha. No treinamento tático de ontem, Muricy Ramalho armou a equipe para explorar os lados do campo, principalmente com Neymar e Juan pela esquerda, e superar a retranca que o adversário deverá armar.

O treinador também insistiu no ensaio de cobranças de faltas próximas à área e de escanteios. Ibson está confirmado ao lado de Arouca, Henrique e Ganso, com Elano na reserva. "É difícil enfrentar equipes consideradas pequenas porque são fechadinhas. Além disso, elas aprontam grande correria porque lutam para não cair para a segunda divisão", analisou o capitão Edu Dracena.

Neymar voltou a treinar com disposição, mesmo tendo aproveitado a noite de segunda-feira e parte da madrugada da terça, depois de duas noites em Salvador, para assistir ao desfile das escolas de samba do Rio, num dos camarotes de celebridades na Marques de Sapucaí. Na volta a Santos, Neymar parou no Centro de Treinamento Rei Pelé e dormiu no Hotel Recanto dos Alvinegros, usado como concentração para o time, preocupado em não se atrasar para o treino, que começou às 11h.

Hoje à noite, o garoto prodígio entra em campo determinado a marcar um gol de bicicleta, que prometeu ao ser homenageado com a criação do Espaço Puskas, no Memorial das Conquistas, na Vila Belmiro, após o seu gol na derrota por 5 a 4 para o Flamengo ter sido eleito pela FIFA o mais bonito de 2011.

Embora tenha jogado apenas quatro vezes no Paulistão, Neymar já soma quatro gols e divide a artilharia do time com Alan Kardec. Dois deles foram marcados de cabeça, em bola levantada por Ganso. "Treinamos bastante esse tipo de jogada. Neymar já fez dois gols porque os adversários se preocupam em marcar os mais altos e a bola acaba sobrando", disse Dracena.

SANTOS

Aranha

Fucile

Edu Dracena

Durval

Juan

Arouca

Henrique

Ibson

Ganso

Borges

Neymar

Técnico:

Muricy Ramalho

COMERCIAL

Alex Santana

Sidny

Fabão

Rafael Tavares

Wellington

Jordã

Ricardo Conceição Thiago Galhardo

Carlos Magno

Henan

Alex Rafael

Técnico:

Márcio Fernandes

Juiz: Aurélio Santana Martins

Local: Arena Barueri

Horário: 19h30

Transmissão: SPORTV

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.