Filipe Araujo/AE
Filipe Araujo/AE

Santos tem primeiro desafio para ser sensação do 2º turno

Time enfrenta Inter, no Beira-Rio, e tenta cumprir promessa de Muricy Ramalho, que exige reação imediata

Sanches Filho / SANTOS, O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2011 | 00h00

ESPECIAL PARA O ESTADO

O Santos precisa da vitória contra o Internacional, hoje, às 21h50, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, para começar a ser a sensação do segundo turno do Campeonato Brasileiro, como Muricy Ramalho prometeu. Mais do que vencer, o treinador pede aos jogadores a volta do bom futebol, como parte da preparação para o Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, no Japão.

A reação começou com as vitórias diante do Bahia, em Salvador, a primeira como visitante, e sobre o Fluminense, na Vila, e o empate no clássico contra o São Paulo. Muricy sabe que, para chegar confiante e exigindo respeito dos adversários, a equipe terá de jogar como nos melhores momentos do primeiro semestre.

O otimismo de Muricy tem sentido. Neymar superou a apagada participação na seleção brasileira na Copa América e está motivado com o nascimento do filho Davi Lucca. Ganso está voltando à normalidade e deve continuar evoluindo após marcar belo gol contra o São Paulo, domingo, a Vila Belmiro.

Arouca, Elano e Ibson, machucados, continuam fora. Edu Dracena, suspenso por dois jogos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, também não joga. Bruno Rodrigo entra no seu lugar. Pará, com dores musculares, é dúvida. Se ele for vetado, a vaga fica com Bruno Aguiar.

Adiamento. A CBF decidiu adiar ontem o jogo contra o Botafogo, que estava marcado para domingo, às 16 horas, na Vila Belmiro. A nova data ainda não foi definida. A entidade atendeu ao pedido do clube, que teve Neymar, Ganso e Danilo convocados para o amistoso da seleção contra Gana, segunda-feira, em Londres.

Internacional. O técnico Dorival Júnior vai contar com praticamente força máxima hoje. O volante Guiñazu, suspenso no Gre-Nal, entra na vaga de Tinga. Andrezinho acompanha Oscar na articulação, já que D"Alessandro, lesionado, é o único desfalque. Dellatorre será mantido ao lado de Leandro Damião no ataque. Na zaga, retorna Nei.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.