São Bento busca o empate com o Água Santa e mantém invencibilidade no Paulistão

O São Bento manteve sua invencibilidade no Campeonato Paulista. Na tarde deste sábado, o time de Sorocaba empatou com o Água Santa por 2 a 2, no Estádio Distrital do Inamar, em Diadema, pela sétima rodada da competição. O São Bento chegou a estar perdendo por 2 a 0.

Estadão Conteúdo

27 de fevereiro de 2016 | 17h32

Com o resultado, o Água Santa chegou aos 11 pontos e se manteve na vice-liderança do Grupo D. Está a três do Corinthians, líder e que entrará em campo à noite para encarar o Oeste, na capital paulista. O São Bento também é vice-líder, só que do Grupo A, com 11 pontos. É um dos três clubes que ainda não perderam no Paulistão. Corinthians e Santos também estão invictos nesta primeira fase.

Os primeiros 15 minutos de jogo foram truncados, com os dois times abusando das faltas e dos passes errados. O São Bento foi superior em determinado momento, mas o Água Santa acabou abrindo o placar. O árbitro marcou mão do volante Fábio Bahia dentro da área. Na cobrança do pênalti, aos 39 minutos, Everaldo balançou as redes.

No segundo tempo, o São Bento voltou com uma postura mais ofensiva. Mas novamente foi o time de Diadema que chegou ao gol. Aos 15 minutos, Éder Loko cobrou falta e acertou o ângulo de Henal, sem chances de defesa.

Mas o São Bento reagiu. Diego Clementino, de cabeça, descontou para o time visitante aos 33 minutos. E quando a partida seguia para o final, aos 42 minutos Marcelo Cordeiro, de pênalti, deixou tudo igual.

O Água Santa volta a campo no próximo sábado para enfrentar o Oeste, às 16 horas, no Estádio dos Amaros, em Itápolis. Já o São Bento enfrentará o Red Bull Brasil no domingo, às 18h30, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

FICHA TÉCNICA

ÁGUA SANTA 2 X 2 SÃO BENTO

ÁGUA SANTA - Roberto; Pedro, Eli Sabiá, Cleber e Bruno Ré; Sérgio Manoel, Russo, Éder Loko (Tchô) e Francisco Alex (Serginho); Rafael Santiago e Everaldo. Técnico Márcio Ribeiro.

SÃO BENTO - Henal; Bebeto, João Paulo, Pitty e Marcelo Cordeiro; Fábio Bahia, Éder, Serginho Catarinense (Diego Clementino) e Morais; Rossi (Fernandinho) e Edno (Anderson Cavalo). Técnico Paulo Roberto Santos.

GOLS Everaldo, pênalti, aos 39 minutos do primeiro tempo; Éder Loko, aos 15, Diego Clementino, aos 33, e Marcelo Cordeiro, pênalti, aos 42 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza

CARTÕES AMARELOS - Cleber, Bruno Ré, Sérgio Manoel, Tchô e Serginho (Água Santa); João Paulo, Éder, Morais e Rossi (São Bento)

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis

LOCAL - Estádio Distrital do Inamar, em Diadema (SP)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.