São Paulo cai diante do Bragantino e culpa a bola

São Paulo cai diante do Bragantino e culpa a bola

Time faz uma de suas piores partidas da temporada e perde pontos importantes na briga pela classificação

Giuliander Carpes, O Estadao de S.Paulo

25 de março de 2010 | 00h00

A bola estava murcha, reclamaram os jogadores são-paulinos. Poucas vezes uma constatação tão patente. O São Paulo fez uma de suas piores partidas na temporada e perdeu para o Bragantino por 1 a 0. Deixou escapar pontos preciosos para a classificação às semifinais, já que era o último adversário teoricamente fácil que tinha pela frente antes de enfrentar rivais diretos na luta por um lugar no G-4.

Rogério Ceni reclamou muito. Em comparação com a bola que levou de São Paulo - o goleiro carrega uma para bater suas faltas -, as outras sete utilizadas na partida estariam mal calibradas. "Está muito vazia. Os dois times estão reclamando, não sei o que está acontecendo", concordou o volante Rodrigo Souto.

Vazio - ou murcho - estava mesmo o futebol no Estádio Nabi Abi Chedid na noite de ontem. Enquanto o Bragantino jogou apenas para tentar empatar e escapar do rebaixamento, o São Paulo precisava ganhar para ficar mais perto das semifinais. Precisava, mas não conseguiu.

Apesar da hospitalidade de Bragança Paulista - Cicinho até recebeu 1 kg da tradicional linguiça da cidade de presente -, o São Paulo não soube encontrar meios, como nas últimas partidas, de vencer mesmo sem jogar bem. E agora vai ser difícil o técnico Ricardo Gomes justificar as más atuações com o já manjado discurso de que o time "teve o domínio da partida, criou muitas oportunidades..."

A equipe que mais ameaçou em Bragança foi a dona da casa. Na segunda etapa, que foi a mais movimentada, Miranda salvou em cima da linha chute de Paulinho. A bola murcha ou não, já havia passado por Rogério Ceni. Depois Alex Afonso perdeu oportunidade clara. Enfim, em cobrança de escanteio perto do final, Mauricio fez o gol. Menos mal que o Corinthians também perdeu. Ou não. Porque domingo tem clássico decisivo para os dois rivais no Pacaembu.

BRAGANTINO 1

SÃO PAULO 0

CAMPEONATO

PAULISTA

Gol: Mauricio aos 37 minutos do 2º tempo.

BRAGANTINO (3-5-2): Gilvan; Marcelo Godri, Gustavo e Maurício;

Diego Macedo, Francis (Luiz Antônio), Paulinho, Lúcio e Esquerdinha;

Léo Jaime (Rodriguinho) e Alex Afonso (Quixadá).

Técnico: Marcelo Veiga.

SÃO PAULO (4-4-2): Rogério Ceni; Jean, André Luís, Miranda e Junior Cesar; Rodrigo Souto, Hernanes, Léo Lima (Marcelinho Paraíba) e Jorge Wagner; Marlos (Fernandinho) e Dagoberto (Roger). Técnico: Ricardo Gomes.

Juiz: José Henrique de Carvalho,

Cartão amarelo: Léo Lima, Junior Cesar, Alex Afonso, Paulinho, Lúcio. Quixadá, André Luís, Jorge Wagner.

Renda: R$ 147.750,00 (4.248 pagantes).

Local: Nabi Abi Chedid, em Bragança.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.