Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
José Patricio/AE - 29/07/2011
José Patricio/AE - 29/07/2011

São Paulo corre risco de viajar sem zagueiros para Minas Gerais

Como João Filipe recebeu terceiro cartão amarelo, departamento médico tenta recuperar mais rápido Rhodolfo ou Xandão para encarar o América-MG

Bruno Deiro, O Estado de S.Paulo

16 de agosto de 2011 | 00h00

A dificuldade que o técnico Adilson Batista tem enfrentado para escalar a defesa do São Paulo pode chegar a seu ápice na quinta-feira, contra o América-MG, em Sete Lagoas. Com apenas cinco zagueiros no elenco, o clube intensifica a recuperação de Xandão e Rhodolfo para não ter que usar uma zaga totalmente improvisada.

Os dois, que formam a defesa titular, têm feito trabalhos em dois períodos, mas só serão testados amanhã, na véspera do jogo. "O Xandão está em tratamento há 16 dias e não tem mais dores na coxa direita, nem nada que preocupe neste ponto. E o Rhodolfo teve uma mialgia na coxa esquerda, mas está se sentindo bem, apesar de estar com um pouco de receio", disse o médico do clube, José Sanchez, que também cogita o retorno do volante/zagueiro Rodrigo Caio. "Os três fizeram trabalho no campo hoje (ontem) pela manhã e ficaram no Reffis à tarde. Amanhã (hoje), será ao contrário. E na quarta eles vão treinar para sabermos qual estará em condições."

A chance maior é do retorno de Rhodolfo, que chegou a ser relacionado para o jogo com o Atlético-PR, no Morumbi, mas acabou poupado por Adilson.

João Filipe, que chegou ao clube e foi titular nos dois últimos jogos pelo Brasileiro, cumprirá suspensão em Minas - ele já havia tomado cartão amarelo pelo Botafogo, seu ex-clube. Os dois outros zagueiros do elenco são Luiz Eduardo, que fraturou a mão esquerda, e Bruno Uvini, que serve à seleção sub-20.

Denilson fora. Elogiado por Adilson, Denilson é mais uma baixa no elenco. Ontem, um exame confirmou o estiramento na coxa esquerda e ele só deve voltar em setembro, no segundo turno do Brasileiro. "O prazo mínimo é duas semanas, mas temos de pensar em três ou quatro. Se ocorrer antes, porém, não vai ser nenhuma loucura", disse José Sanchez. Com isso, o volante está fora dos clássicos contra Palmeiras e Santos, nos dias 21 e 28 de agosto, respectivamente.

No treino de ontem, a novidade foi Luis Fabiano, que tirou os pontos da perna direta e deu cinco voltas caminhando pelo gramado. Segundo o departamento médico, porém, ele ainda não tem uma previsão de estreia - que deve ocorrer a partir da segunda metade de setembro.

Veja também

link Denilson só volta ao São Paulo no segundo turno

link Sem acordo, Ilsinho deixa o São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.