São Paulo faz apelo à torcida

Elenco pede apoio do público amanhã, contra o Vitória

Marcius Azevedo, O Estadao de S.Paulo

22 de outubro de 2008 | 00h00

Se o torcedor são-paulino ainda está em dúvida se vale a pena ir ao Estádio do Morumbi amanhã à noite, existem motivos de sobra para ele sair de casa e empurrar o São Paulo no importante duelo contra o Vitória. O primeiro é o retrospecto recente da equipe de Muricy Ramalho, que está invicta há 10 partidas no Campeonato Brasileiro. A última derrota ocorreu em 17 de agosto, há exatos 66 dias, para o Grêmio, por 1 a 0, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre. Depois disso, foram cinco vitórias e cinco empates. "Falo para os são-paulinos confiarem no time e irem ao estádio. Já demonstramos que temos condições de ficar com o título. É uma reta final e o torcedor precisa estar ao nosso lado", pediu o zagueiro Rodrigo. O desempenho como mandante é outro aspecto positivo. No Brasileiro, o São Paulo perdeu apenas uma vez no Morumbi. Foi na primeira rodada, em 10 de maio, quando Muricy escalou um time misto por causa da Libertadores. O algoz foi novamente o Grêmio e o placar foi o mesmo: 1 a 0.De lá para cá, os são-paulinos estão imbatíveis no Morumbi: 11 vitórias e 3 empates, aproveitamento de 80%, inferior só ao do Palmeiras, que conquistou 84,4% dos pontos no Palestra Itália. Foram 12 vitórias, 2 empates e 1 derrota."O Morumbi será importante nesta reta final. Precisamos ganhar os quatro jogos que vamos fazer em casa até o fim do Brasileiro", afirmou o volante Hernanes. Além do Vitória amanhã, o Tricolor ainda enfrenta Internacional, Figueirense e Fluminense. "Não podemos pensar em empatar nenhum desses jogos para conquistar o título." Por fim, o Vitória é um tradicional freguês do São Paulo em jogos no Morumbi. São nove vitórias e três empates. O retrospecto, no entanto, não ilude Hernanes. "Também falaram que o jogo contra o Náutico seria fácil", disse o volante, referindo-se à vitória por 1 a 0 com um gol seu aos 37 minutos do segundo tempo. "O professor (o técnico Muricy) já alertou o grupo. Sabemos das qualidades do Vitória. Eles são jovens e velozes", afirmou o volante Jean.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.