J F Diório/AE
J F Diório/AE

São Paulo festeja bom rendimento do ataque

Além do poder de fogo demonstrado no Paulista, Carpegiani conta com Luis Fabiano, que deve reestrear na Copa do Brasil

MARCIUS AZEVEDO, O Estado de S.Paulo

13 de abril de 2011 | 00h00

Por muitos anos, o setor defensivo foi o ponto forte do São Paulo. O desempenho da defesa era sempre superior ao do ataque. Mas essa história mudou completamente em 2011. Agora é o setor ofensivo que arranca mais elogios. Com os quatro gols marcados na goleada sobre o Noroeste, no domingo, o Tricolor chegou a 38 no Campeonato Paulista, ultrapassou o Santos, que permaneceu com 37 ao ficar no 0 a 0 com o Americana, e se tornou o ataque mais efetivo do Estadual.

O interessante é que o São Paulo não concentra seus gols apenas em um jogador. Dagoberto é quem mais se destaca na lista de goleadores, com oito tentos, mas outros 13 jogadores marcaram no Paulistão. Desses, apenas Marcelinho Paraíba, que fez dois, já deixou o clube.

Ansiedade. Outra boa notícia para o ataque são-paulino é que Luis Fabiano deve reestrear mais rápido do que imagina. O atacante, que não vê a hora de entrar em campo, tenta retomar normalmente os treinos para ter chances de atuar no jogo de ida contra o Goiás pelas oitavas de final da Copa do Brasil, em Goiânia, na próxima quarta-feira. No planejamento traçado pelo clube, se estiver se sentindo bem, ele pode ser liberado para treinar até o final desta semana.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCsetor ofensivo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.