São Paulo põe a temporada em jogo contra o Cruzeiro e busca redenção

Dizer que a temporada do São Paulo está em jogo hoje, às 22 horas, contra o Cruzeiro, é pouco. Na obrigação de vencer para ir às semifinais da Libertadores, o Tricolor entra pressionado por atuações pouco convincentes e o olhar desconfiado da torcida, que deve lotar o Morumbi - até ontem, mais de 45 mil ingressos foram vendidos. Acompanhe online todos os lances do jogo decisivo no MorumbiA equipe de Muricy Ramalho confia que pode apresentar muito mais para buscar o resultado e manter vivo o sonho do tetra na competição continental. "A gente sabe que está devendo, temos de fazer mais", afirma Hernanes. "É inaceitável, pela estrutura que temos, em sete jogos obtermos apenas uma vitória", diz o meia, citando os resultados recentes. A formação que entrará em campo no Morumbi é um mistério. Muricy, que pouco apareceu ontem no CT, comandou um treino fechado e não falou com a imprensa. Esta semana, optou pelo silêncio para evitar polêmicas. "Quando vai para a batalha um guerreiro não pode mostrar suas armas antes", despista Hernanes. O time terá os retornos de Zé Luís, que cumpriu suspensão no Brasileiro, e de Renato Silva, recuperado.O treino de ontem foi encerrado com cobranças de pênaltis, que podem decidir a vaga em caso de vitória do São Paulo por 2 a 1. A derrota por este placar em Belo Horizonte obriga o time paulista a atacar o Cruzeiro em busca de um triunfo. "Para ser ofensivo não precisa sair como louco desde o primeiro minuto", diz Eduardo Costa. "Mas, de qualquer maneira, teremos de correr riscos."Derrotado nas últimas três edições por equipes brasileiras (Inter, Grêmio e Fluminense, respectivamente), o São Paulo tem a chance de acabar com essa incômoda sina. A seu favor, está o fato de jogar no Morumbi, palco em que desde a final de 1994, contra o Vélez Sarsfield, não é eliminado da Libertadores. NÚMEROS DO DUELO44 jogos20 vitórias do São Paulo14 empates10 vitórias do Cruzeiro64 gols do São Paulo1,45 gols por jogo42 gols do Cruzeiro0,95 gols por jogo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.