Arquivo/AE - 5/9/2007
Arquivo/AE - 5/9/2007

São Paulo quer vencer e, também, convencer

Melhor visitante do campeonato, time tricolor encara o Grêmio às 18 horas

Amanda Romanelli, O Estado de S.Paulo

11 de setembro de 2011 | 00h00

O São Paulo viaja para Porto Alegre, onde enfrenta o Grêmio, às 18 horas, como o time de melhor campanha fora de casa no Campeonato Brasileiro - conquistou sete de seus 12 triunfos como visitante, um total de 23 de seus 41 pontos. Na cola do líder Corinthians, o técnico Adilson Batista está satisfeito com a posição da sua equipe na tabela. Mas quer mais. Espera que, a partir de agora, o São Paulo seja não só vencedor, mas também agradável de se ver em campo.

Para o treinador, que disputa hoje sua 13.ª partida pela equipe do Morumbi, não basta ganhar. É preciso "vencer e convencer" - algo que, segundo ele, ainda não aconteceu. "É importante estar entre os primeiros colocados da tabela, brigando pela liderança", afirmou. "Mas o objetivo é melhorar para que a gente faça grandes jogos, estar vencendo e convencendo. Esta é a intenção."

Para Adilson, o time já deu um passo rumo a essa direção na vitória por 2 a 1 contra o Atlético-MG, quarta-feira. "Neste jogo, a postura foi outra, independentemente de ter sido um jogo comemorativo ao Rogério Ceni (que alcançou a 1000.ª partida com a camisa do clube). Acho que tivemos uma atitude melhor."

O discurso do treinador também vai ao encontro das pretensões do torcedor. Apesar da proximidade com o Corinthians na tabela - apenas dois pontos separam os times -, os são-paulinos ainda veem o time com desconfiança, por causa das atuações pouco convincentes. E não pensam duas vezes para encontrar o "culpado": nos jogos, vaiam Adilson e são comuns os gritos de "burro" ao técnico.

Na tentativa de conquistar de vez a confiança e o apoio da torcida, Adilson até faz o mea-culpa. "Acho que em casa acabamos tendo alguns descuidos, entrando no jogo um tanto displicentes, achando que venceríamos a qualquer momento."

Mas também destaca que teve muitas dificuldades para armar a equipe. "Lesões, cartões, convocações para a seleção e pouco tempo para trabalhar... Tudo isso causa um reflexo. Mas as coisas vão melhorar. Estou trabalhando para que isso aconteça."

Hoje o São Paulo estará escalado com praticamente sua força máxima. O único desfalque é o volante Denílson, machucado. O lateral-direito Piris volta, após três jogos de ausência.

GRÊMIO X SÃO PAULO

GRÊMIO: Victor; Mário Fernandes, Saimon, Edcarlos e Julio Cesar; Fernando, Adilson, Marquinhos, Douglas e Escudero; André Lima Técnico: Celso Roth

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Piris, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Casemiro, Carlinhos Paraíba e Cícero; Lucas e Dagoberto. Técnico: Adilson Batista

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)

Data: 11 de setembro de 2011, domingo

Horário: 18 horas (de Brasília)

Árbitro: Héber Roberto Lopes (Fifa-PR)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.