São Paulo revê número de gols de Rogério Ceni

Rogério Ceni está mais próximo do centésimo gol. E não é porque ele marcou um na vitória sobre o Mogi Mirim na estreia no Paulista (vitória por 2 a 0). O São Paulo decidiu rever seus critérios e, em uma nova contagem, o goleiro agora está com 96, não mais 94.

Marcius Azevedo, O Estado de S.Paulo

18 de janeiro de 2011 | 00h00

A oficialização deve acontecer entre hoje e amanhã, em nota oficial no site do clube. Mas, aos entrar em campo para enfrentar o São Bernardo, amanhã, no Morumbi, Rogério Ceni estará a quatro gols do 100.º.

Os polêmicos gols foram anotados em 1998 e 2000, mas não são reconhecidos pela Fifa. Em 2006, quando o Rogério Ceni estava próximo de ultrapassar Chilavert e se tornar o maior goleiro-artilheiro do futebol mundial, o São Paulo fez uma consulta à entidade e ouviu que não considera para o recorde os tentos anotados em amistosos.

Foram excluídos da lista os gols contra um combinado Rio-São Paulo, em 25 de janeiro de 1998, quando ele fez de falta no empate por 1 a 1, e diante do Uralan, da Rússia (vitória por 5 a 1), no Torneio Constantino Cury, em 17 de janeiro de 2000, em outra cobrança de falta.

O São Paulo também defende que o goleiro tem dois jogos a mais do que os 944 atuais. Eles foram anulados devido ao escândalo da Máfia do Apito em 2005.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.