André Lessa/AE
André Lessa/AE

São Paulo tenta conter empolgação do São Bernardo no Morumbi

Os dois times estrearam com vitória no Paulistão e tentam manter os 100% nesta quarta, às 22h

Giuliander Carpes, O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2011 | 00h00

Na estreia na elite do futebol paulista, o São Bernardo passou pelo Grêmio Prudente (3 a 1), que até o ano passado estava na elite do Campeonato Brasileiro. É um adversário empolgadíssimo que o São Paulo terá pela frente, às 22 horas desta quarta-feira no Morumbi, na segunda rodada do Estadual.

"Pensava que jogaria no Morumbi um dia, mas pelo São Paulo, por exemplo. Agora, é curtir este momento único, que muitos no clube sonhavam", disse o atacante Raul, ansioso por, quem sabe, marcar um gol.

O frio planejamento são-paulino não conta com a empolgação do adversário. Depois de vencer na estreia (2 a 0 sobre o Mogi Mirim), a ideia do técnico Paulo César Carpegiani é manter a evolução. Com nova vitória, de preferência, para abrir logo alguma vantagem na ponta da tabela.

O treinador vai fazer alterações na equipe da estreia. Fernandão deve ser poupado novamente e Carlinhos Paraíba perde lugar na equipe. Marlos é opção para o ataque são-paulino ao lado de Dagoberto, que também não começou a partida contra o Mogi Mirim.

"Estou feliz da vida. Tanto na parte profissional quanto na pessoal", disse Dagoberto, que pode disputar sua última temporada pelo clube - seu contrato termina no final do ano. "O Marlos sempre foi um grande parceiro. E, se isso se concretizar contra o São Bernardo, vamos dar muitas alegrias ao torcedor."

A expectativa da torcida é que Rogério Ceni possa aproveitar a oportunidade para marcar mais um gol pelo clube e chegar ainda mais perto do gol número 100. Agora são 94 - 96 de acordo com o São Paulo, que contabiliza dois tentos feitos em amistosos. "O Rogério merece tudo isso. Se ele tem esse mérito é preciso incentivar", explicou Carpegiani, que deixou o goleiro começar a bater faltas na sua primeira passagem pelo clube, em 1999.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.